Em parceria com a Furiosa, Aldeias Infantis revitaliza Filarmônica Herman Gmeiner

Parceria vai promover a revitalização da filarmônica das Aldeias

As Aldeias Infantis SOS de Caicó, firmaram uma parceria com a Associação Cultural Amigos da Furiosa – Acaf, mantenedora da Orquestra Furiosa. O objetivo da parceria é a revitalização da Filarmônica Hermann Gmeiner, que vai reunir a participação de crianças, jovens e adolescentes dos projetos sociais das aldeias e da sociedade caicoense. O projeto tem previsão para iniciar as atividades ainda este semestre.

“É uma parceria que já nasce grande, sobretudo quando falamos da nossa filarmônica, que tantos frutos já deu para a música seridoense, e da associação que mantém a Orquestra Furiosa, tendo em vista o talento que esses profissionais caicoenses já mostraram nos carnavais dos últimos anos em nossa cidade. De forma que tenho certeza do sucesso que será essa nossa parceria”, destacou Santiago Júnior, gestor das Aldeias em Caicó.

De acordo com Bruno Santos, coordenador da associação, a parceria vai beneficiar tanto a música da nossa cidade quanto os jovens caicoenses. “Tenho convicção de que o nosso trabalho vai para além da música. É um trabalho de educação e formação musical e social para tantos jovens que precisam somente de uma oportunidade para mostrar seus talentos, tanto na música quanto na sociedade”, explicou.

A Filarmônica Herman Gmeiner foi inaugurada em 23 de março de 1990 e nasceu do sonho do então diretor das Aldeias em Caicó, Francisco de Assis Santiago e da musicista Margaret Hellen Keller, que hospedada nas Aldeias do município, em 1989, começou a desenvolver atividades musicais para crianças. Ainda participou da criação, na condição de maestro, o professor Ubaldo Medeiros, que elevou a filarmônica a um nível bastante elevado.

Já a Associação Cultural Amigos da Furiosa iniciou os trabalhos em 2018 com a participação do Carnaval Multicultural de Caicó, através da Orquestra Furiosa. Formada por dezenove integrantes, entre músicos e produção, encantou a população caicoenses com um repertório de frevo com arranjos específicos.