Entrevista Especial com o Bispo Dom Antônio Carlos

Dom Antônio Carlos - Bispo de Caicó
Dom Antônio Carlos – Bispo de Caicó

Antes da entrevista coletiva na quarta-feira, o Bispo de Caicó, Dom Antônio Carlos, concedeu uma entrevista especial ao repórter Paulo Júnior (Jornal Correio do Seridó), no último domingo, na residência episcopal Betfagé. De início, Dom Antônio avaliou a sua participação no Seminário “Nordeste, 60 anos depois: mudanças e permanências”.

O Seminário teve como foco os desafios e as perspectivas de construir uma agenda de trabalho para 2016, em vista aos 60 anos do primeiro encontro dos bispos da Região Nordeste, realizado em 1956, na cidade de Campina Grande (PB). Várias iniciativas, visando o desenvolvimento do Nordeste, nasceram daquele encontro, em 1956. Uma delas foi o Grupo de Trabalho pelo Desenvolvimento do Nordeste, que originou a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE).

O seminário aconteceu na Escola de Governo Dom Eugênio Sales, no bairro de Lagoa Nova, em Natal com a presença do Arcebispo Metropolitano de Natal e presidente do Observatório Social do Nordeste, Dom Jaime Vieira Rocha.

Na programação houve o lançamento de quatro livros, conferências e mesas redondas. Entre os conferencistas estavam o Ministro de Estado da Secretaria Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto; a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira; e a Ministra da Miséria e da Fome, Tereza Campelo. Outro palestrante foi o bispo de Ipameri (GO), Dom Guilherme Werlang. Ele é membro da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, Justiça e Paz, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

“Esse seminário foi para preparar a celebração que será em 2016 dos 60 anos do primeiro encontro dos Bispos do Nordeste. O encontro aconteceu em 1956 e foi liderado por Dom Helder Câmara, na época secretário geral da CNBB e o Presidente Juscelino Kubitschek esteve presente. A Arquidiocese de Natal teve essa iniciativa do realizar esse seminário para preparar uma pauta de eventos e compromissos para celebrar no ano que vem, pensando agora, o Nordeste 60 anos depois”, disse Dom Antônio.

Desenvolvimento Social no Nordeste

O Bispo Dom Antônio comentou sobre o desenvolvimento social no Nordeste. Ele destacou que dados estatísticos revelaram no seminário que de todas as regiões do Brasil, a região do Nordeste foi a que teve mais progresso. “A gente precisa parar para avaliar a caminhada, reconhecer os passos dados e perceber quais são as novas estratégias para os passos seguintes”, afirmou Dom Antônio.

Encontro de Desertificação

Dom Antônio confirmou que dia 17 de junho, Dia Mundial de Combate à Desertificação, a Diocese de Caicó vai promover um encontro no Centro Pastoral Dom Wagner, quando estarão presentes lideranças estaduais e até nacionais, representantes do Ministério do Meio Ambiente e  Dom Mauro Moreli (Bispo Emérito de Duque de Caxias-RJ.

“Falamos tanto da seca, da desertificação, da crise hídrica e o que nós podemos fazer, da parte da população e da parte das autoridades. Será um dia de reflexão sobre isso e vai nessa linha do que nós chamamos de desenvolvimento sustentável”, afirmou Dom Antônio.

Indústria da Seca

Dom Antônio também falou sobre a questão da indústria da seca. “Há pessoas que se beneficiam dos pobres e há no campo político os que tiram dividendos disso, inclusive votos. É uma crítica que eu faço a esse tipo de liderança política e também a outras instituições que também fazem isso”, alertou Dom Antônio.

Infância e Adolescência Missionária

Dom Antônio comentou sobre o trabalho de evangelização e missão da Infância e Adolescência Missionária. “O espírito desse movimento é suscitar desde criança e de adolescente, o espírito missionário, que é o espírito da eclesialidade com aqueles que estão em situações mais difíceis.  Agora na Diocese, a preparação para a crisma, nós começaremos aos 15 anos e a infância e adolescência missionária vão cobrir esse buraco que existirá entre a primeira eucaristia e a crisma. É bonito ver a criançada tomando seu lugar na Igreja, o jeito de celebrar e cantando do jeito deles”, disse Dom Antônio.

Celebração de Corpus Christi

Dom Antônio destacou que nesta quinta-feira, a Celebração de Corpus Christi será às 9 horas da manhã, no ginásio Monsenhor Ausônio Tércio de Araújo, quando haverá uma celebração diocesana para os novos ministros de Eucaristia e a renovação dos antigos ministros.

Às 17 horas, haverá missa campal, na Matriz de São José de Caicó e em seguida, a procissão sai com destino a Catedral de Sant’Ana, quando haverá a bênção do Santíssimo Sacramento.