Ex-delegado de Caicó, advogada e mais três são presos por fraudes em pensões por morte

Olavo Dantas foi levado para prestar informações
Olavo Dantas foi levado para prestar informações

NOTÍCIA DO PORTAL BO – Um delegado da Polícia Civil foi preso, nesta quarta-feira (8), por força de mandado de prisão. Ele, uma advogada e mais três pessoas são suspeitos de integrarem um esquema de fraudes em pensões por morte no IPERN.

O DPC Olavo Dantas vinha sendo investigado pela Delegacia de Investigação de Crimes contra a Ordem Tributária e acabou sendo preso.

Além dele, os policiais da Deicot prenderam uma advogada, que ainda não teve o nome revelado, e mais três pessoas, sendo um dos presos filho de um ex-auditor fiscal do Estado, já falecido.

Os policiais cumpriram ainda quatro mandados de Condução Coercitiva de colaboradores do suposto esquema. A quadrilha que vem recebendo pensão por morte indevidamente do IPERN. Todos os detalhes serão repassados em coletiva de imprensa, ainda nesta quarta-feira.