Família de gerente de lavanderia morto durante assalto nega envolvimento dele

Foto: Cedida
Foto: Cedida

Os familiares João Maria Silva de Lima, de 35 anos, velaram o corpo dele em Mãe Luiza, e negaram veementemente que o rapaz tivesse envolvimento com a quadrilha que realizou um assalto a uma lavanderia. João Maria foi morto durante um confronto entre a polícia e criminosos, em um assalto em Ponta Negra, na segunda-feira (22).

O pai dele, o senhor Belchior de Lima, disse ao Portal BO que não interessa se quem atirou no seu filho foram os assaltantes ou policiais, apenas quer justiça. “Meu filho estava trabalhando e morreu injustamente, agora espero que quem tiver que pagar por isso pague”, disse.

Bastante abalada, a mãe de João Maria também comentou a situação. Rita dos Impossíveis revelou que ficou bastante chateada ao saber que a polícia a afirmou que seu filho está sendo investigado como possível partícipe na quadrilha que assaltou a lavanderia.

“Meu filho era um rapaz direito, nunca teve envolvimento com crimes. Trabalhava honestamente para sustentar os três filhos. Além disso, eu jamais ia admitir que ele se envolvesse com coisas erradas”, comentou dona Rita.

A mãe complementou afirmando que a família é evangélica e que confia na justiça de Deus, haja vista que a da terra é falha.