Femurn diz que 26 prefeitos do RN não disputam reeleição por causa da crise financeira

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN confirmou através de notícia em seu site, que dos atuais 122 prefeitos com direito a disputar a reeleição, 26 abdicaram da disputa e não estão concorrendo ao pleito. As dificuldades em gerir os municípios no atual momento de crise financeira, com poucas receitas e comprometimento aos pagamentos a servidores e fornecedores, é o que desmotiva os gestores.

O levantamento foi feito pela Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN.

O primeiro turno das eleições municipais de 2016, elegerão em todo o país, prefeitos e vereadores, e será realizada no próximo domingo, 2 de outubro.

A situação é semelhante no Brasil inteiro. De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios, em todo o país, há 4.024 municípios com prefeitos aptos à reeleição, dos quais 1.830 abriram mão da reeleição. O número também é inédito no Brasil.

DADOS:

PREFEITOS COM DIREITO À REELEIÇÃO NO RN: 122, dos quais 26 não querem disputar

PREFEITOS SEM DIREITO À REELEIÇÃO NO RN: 45

MUNICÍPIOS ONDE OS PREFEITOS TÊM DIREITO À REELEIÇÃO E ABRIRAM MÃO: ANGICOS – BARAÚNA – BOA SAÚDE – BODÓ – CARNAÚBA DOS DANTAS – CURRAIS NOVOS – CRUZETA – DOUTOR SEVERIANO – ESPÍRITO SANTO – JANDAÍRA – JOÃO DIAS – JUNDIÁ – LAGOA NOVA – LAGOA D’ANTA – MACAU – MONTE DAS GAMELEIRAS – MOSSORÓ – NISIA FLORESTA – SÃO MIGUEL DO GOSTOSO – SÃO PEDRO – SÃO TOMÉ – SÃO VICENTE – SÍTIO NOVO – TANGARÁ – TEN. LAURENTINO CRUZ – VERA CRUZ.