Força-tarefa transfere quase 120 mil peixes ameaçados para rio São Francisco

Peixes foram colocados no Rio São Francisco

Recentemente, uma força-tarefa transferiu quase 120 mil peixes de lagoas ameaçadas pela seca que atinge a região de Xique-Xique, no norte da Bahia, para o Rio São Francisco. Entre os animais salvos estão espécies como o pacu, piaba, traíra e surubim.

Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, o Ibama, o objetivo da operação foi minimizar a morte dos peixes, além de combater o desmatamento, a pesca predatória, o lançamento inadequado de resíduos na água e a ocupação irregular em Áreas de Preservação Permanente (APPs).

A transferência dos peixes foi feita em um recipiente chamado transfish e todo o trajeto foi monitorado por analistas do Ibama. Desta forma, o índice de mortalidade durante o procedimento ficou abaixo de 3%.

A força-tarefa contou com a ajuda de pelo menos 100 pessoas, entre elas representantes do Ibama, do Ministério Público da Bahia, da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco, a Codevasf, além de universidades, organizações não governamentais, prefeituras e voluntários.