Governo anula banca irregular do concurso da Polícia Civil

O Governo do Estado decidiu anular na última sexta-feira (26) a escolha da banca e os atos da comissão organizadora do certame, bem como a contratação do Instituto Acesso.

A decisão atende a um pleito da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN), Associação dos Escrivães de Polícia Civil (Assesp) e Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), capitaneado prontamente pelo Ministério Público estadual e Defensoria Pública do RN, diante das várias irregularidades ocorridas durante o processo.

A Adepol/RN parabeniza todas essas instituições por buscarem a lisura no concurso público da Polícia Civil e agradece ao MPRN e à Defensoria, pela presteza e atenção com que trataram o assunto. Nossa associação volta a se comprometer a acompanhar de perto o processo, até a realização deste certame tão importante, desde que obedecendo todos os critérios legais e morais, para que tenhamos escolhidos os melhores concorrentes.