Ibama detém 28 caçadores e apreende 28 veículos‏

O Ibama concluiu na manhã de hoje mais uma fase da “Operação Migratórios”, que combate a caça predatória das arribaçãs no estado do RN. A operação, iniciada na noite de quarta-feira (17/06), deteve 28 pessoas – entre elas dois menores – que caçavam as aves numa fazenda em Caiçara do Norte, município a 160 km de Natal. Com os caçadores foram encontradas cerca de 1900 arribaçãs mortas, sete espingardas de pressão, diversas baladeiras e porretes. A ação contou com o apoio de policiais militares da Cipam de Mossoró, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Federal e também da Prefeitura do Município de São Bento do Norte.

No local também foram apreendidos cinco automóveis e 23 motocicletas de propriedade dos caçadores. Esses veículos ficarão retidos no Ibama até o julgamento final dos processos administrativos e, em muitos casos, não serão restituídos aos seus donos. De acordo com a legislação brasileira, veículos e instrumentos utilizados para o cometimento de crimes ambientais devem ser retidos pelas autoridades para evitar a continuidade dos delitos.

Segundo a chefe da fiscalização do Ibama no RN, Cláudia Zagaglia, os fiscais chegaram até o local da caça através de uma denúncia segura, o que permitiu a verificação do flagrante. “É uma área de postura e criação de filhotes, o que torna esse crime muito mais grave”, explicou. Também agrava a infração o fato de ter sido praticada à noite. “Essas características vão dificultar a retomada dos automóveis e motos, que poderão ficar retidos para sempre”. Atualmente o Ibama RN tem cerca de 100 veículos apreendidos.

Todos os caçadores detidos foram autuados em R$ 500 por unidade de arribaçã abatida, o que elevou o total de multas aplicadas nessa operação para quase R$ 950 mil. Além da multa, deverão responder na justiça por crime contra o meio ambiente, o que poderá resultar em nova sanção pecuniária ou mesmo em detenção por até um ano.

O Ibama alerta: caçar, perseguir, apreender, manter em cativeiro ou mesmo comprar animais silvestres sem origem legal é crime. Os animais silvestres ajudam a manter o equilíbrio ambiental, combatendo pragas, disseminando sementes e protegendo a vegetação. Denúncias podem ser feitas através da Linha Verde do Ibama: 0800-61-8080.