Major Costa nega que estivesse sustentando financeiramente agricultor que cometeu suicídio

Major Costa nega que estivesse sustentando financeiramente agricultor que cometeu suicídio
Major Costa nega que estivesse sustentando financeiramente agricultor que cometeu suicídio

Marcos Dantas destaca em seu Blog que diferentemente do que alguns meios de comunicação vêm divulgando, o Major Walmary Costa não estava ajudando, financeiramente o agricultor José Melo de Araújo, de 52 anos de idade, conhecido por Danga. Ele assassinou sua esposa, Maria Sueli de Menezes e depois cometeu suicídio, crimes ocorridos nesta terça (21), na zona rural de Jardim do Seridó. A disseminação dessa informação deixou chateado, não apenas o Major, mas principalmente os familiares do casal morto.

Brincar com os sentimentos das pessoas é coisa séria. Danga era meu primo, fomos criados juntos, era quase um irmão pra mim. O que nossa Família está passando não é fácil. Eu, sabendo que ele vinha passando por problemas depressivos, procurei um grupo de maçons, para darmos um apoio psicológico a ele. Em nenhum momento, ele precisou de minha ajuda financeira. Acho isso uma falta de respeito com a Família, e principalmente por mim, já que nenhum veiculo de comunicação me consultou, para saber se realmente eu ajudava financeiramente a Família de Danga”, disse Costa ao Blog do Marcos Dantas.

A Família do agricultor também está preocupada porque, mesmo sem o consentimento deles, algumas pessoas já estariam realizando, através das redes sociais, campanhas para arrecadar alimentos e quantia financeira para os filhos do casal de agricultores. De acordo com o Major Costa, dentro de suas possibilidades, os filhos tem condições de se manterem.

Os meninos são bolsistas. O mais velho trabalha pra se sustentar. Todos nos uniremos para ver o que é melhor para a Família, e peço que quem tiver alguma consideração por eles e por nós, que retirem estas campanhas, pois o que a Família precisa é de um apoio psicológico”, finalizou o Major Costa.