Médicos que fazem cirurgias eletivas no Hospital do Seridó ameaçam parar

Os médicos que fazem cirurgias eletivas no Hospital do Seridó em Caicó, poderão paralisar suas atividades nos próximos dias por causa da falta de pagamento da produção. A informação foi confirmada por uma fonte do Blog Sidney Silva na manhã desta segunda-feira (21). Nesta semana deve acontecer uma reunião entre os profissionais para tratar sobre o assunto.

Os repasses financeiros para os médicos estariam atrasados há cerca de 3 meses. Na mesma situação, ou seja, com os salários atrasados, estão os funcionários da referida unidade de saúde.

Porém, um detalhe chama atenção. O repasse financeiro para pagamento de produção de Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar dos Municípios que pactuam com Caicó e do Ministério da Saúde, não está atrasado.

Em Janeiro, Caicó recebeu: R$ 958.494,38

Em Fevereiro: R$ 1.077.834,38

Em Março: R$ 1.398.096,06

Em Abril: R$ 1.329.905,05

Em Maio: R$ 1.008.264,38

Em Junho: R$ 1.144.169,03

Em Julho: R$ 1.203.701,91

Em Agosto: R$ 1.022.537,44

A Secretária de Saúde de Caicó, Sandra Brilhante, disse ao repórter Willacy Dantas, que a informação do atraso no pagamento não procede. Disse ainda que o que está atrasado, é o pagamento das AIHs (Autorização de Internamento Hospitalar), mas, a questão será resolvida o quanto antes.