Menor envolvido em ESTUPRO no Piauí é morto

Um dos adolescentes envolvidos no estupro coletivo de quatro meninas na cidade de Castelo do Piauí é encontrado morto dentro da cela do Centro Educacional Masculino, em Teresina.

O menor, apontado como o delator do crime, foi espancado até a morte pelos outros três jovens que participaram dos abusos.

Em entrevista à Rádio BandNews FM, o coronel Carlos Augusto, comandante da Polícia Militar do Piauí, explicou que o adolescente já estava morto quando os educadores chegaram na cela.

No dia 27 de maio, quatro garotas foram estupradas, brutalmente agredidas e ainda jogadas de um penhasco.

Uma das vítimas morreu depois de 10 dias internada. As outras três também foram hospitalizadas, mas já receberam alta.

Os menores foram condenados a três anos de internação, o tempo máximo previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) na semana passada. Segundo o Ministério Público, porém, eles serão reavaliados e podem continuar detidos após o período, por causa da violência dos crimes.

Além dos quatro menores, Adão José de Sousa, de 40 anos, foi preso e é apontado como o mentor da barbárie. Seu julgamento ainda não foi concluído e ele ainda não recebeu uma sentença.