Meteorologistas do Nordeste participam de Reunião de Análise Climática para o Semiárido em Natal

Reunião acontece na sede da Emparn em Parnamirim

Está acontecendo no auditório da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn), a II Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro, com a participação de representantes dos estados da Paraíba, Bahia e Pernambuco, da Ufersa e do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos Cptec/Inpe, de São Paulo. Também houve a participação de outros meteorologistas por meio de videoconferência. A previsão que vai ser anunciada nesta sexta-feira (22), refere-se ao período de março a maio, período chuvoso no semiárido nordestino. No Rio Grande do Norte,  92% do seu território é semiárido.

Na abertura, o diretor-presidente da EMPARN, Rodrigo Maranhão, deu as boas-vindas aos meteorologistas desejando um bom trabalho e um resultado positivo para a confirmação de um bom inverno. Em seguida, o gerente de Meteorologia da empresa de pesquisa, Gilmar Bristot, também deu as boas-vindas e agradeceu a presença dos meteorologistas das outras instituições, e em seguida cada meteorologista apresentou o modelo meteorológico de seu centro de previsão do tempo. No período da tarde, a reunião foi retomada com a apresentação do meteorologista e pesquisador do Cptec/Inpe, Caio Coelho, que destacou um estudo que vem sendo realizado há 3 anos, sobre a influência dos oceanos no comportamento das chuvas, principalmente na região Nordeste.

A primeira reunião de análise climática aconteceu em Fortaleza/CE, no mês de janeiro, com previsão de chuvas na média e acima da média, para o semiárido potiguar. A reunião foi iniciada com o anúncio de como vai ser o período chuvoso em cada estado nordestino.