Meteorologistas se reúnem em Natal para dizer como serão as chuvas de março a maio

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte, sedia a partir desta teça-feira (20) até quinta (22), a II Reunião de Análise Climática para o Semiárido do Nordeste Brasileiro e o I Workshop de Validação e Autoria do Monitor da Seca do Nordeste.

Participarão dos dois eventos cerca de 20 meteorologistas dos centros de pesquisa da região Nordeste, do Centro de Pesquisa Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/INPE), Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) e da Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) e da UFRN, além de técnicos em áreas ligadas ao monitoramento de chuvas e da seca.

Essa é a última reunião que vai definir como vai ser a quadra chuvosa no semiárido do Nordeste para os meses de março, abril e maio, que é o período chuvoso na região. Durante o encontro, os meteorologistas vão analisar e discutir o comportamento das condições oceânico-atmosféricas e qual a influência delas na ocorrência de chuva no semiárido, nos meses de março a maio. Na reunião anterior, realizada em janeiro pela Funceme, em Fortaleza/CE, a conclusão foi de que teríamos chuvas de normal a acima do normal para o período de fevereiro a abril de 2018.