OAB repudia atentato com carta-bomba contra advogado no Goiás

Em mais um caso de violência contra a advocacia, a OAB Nacional e a Seccional de Goiás emitiram nota no sábado (16), externando sua indignação, exigindo das forças de segurança rigor na apuração e manifestando solidariedade ao profissional atingido.  Na última sexta-feira  (15), o advogado Walmir de Oliveira da Cunha foi vítima de uma carta-bomba, em Goiânia, e perdeu três dedos.

Leia as duas notas emitidas, uma pela OAB Nacional e a outra pela OAB de Goiás (AQUI)