Oficialmente família faz a identificação dos jovens encontrados mortos próximo ao lixão em Mossoró

JAMES MOs dois jovens encontrados mortos próximo ao lixão na estrada do Óleo em Mossoró, na manhã de terça-feira, 26 de maio, foram reconhecidos por seus familiares no Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep.

James da Silva de Jesus, de 25 anos de idade, era natural de Açailândia, no estado do Maranhão e residia na Rua Ricardo Guilherme de Lima, no bairro Aeroporto em Mossoró e Maxsuel Viana Aires, de 14 anos, residia na Travessa Wilson Rosado, no Ouro Negro.

Segundo o Blog O Câmera, os corpos já haviam sido reconhecidos pelas famílias, mas faltavam a documentação exigida pelo Coordenadoria de Medicina Legal “Comele” para os devidos procedimentos e liberação.

James da Silva foi liberado e sepultado no final da manhã de quinta-feira. A família de Maxsuel Viana só conseguiu a identidade e a liberação na delegacia, no final da manhã, mas por falta de uma data no documento fornecido pelo Itep, o Cartório não forneceu o documento, autorizando o sepultamento do adolescente.