Operação da Polícia Civil prende 108 no RN

Uma operação da Polícia Civil resultou na prisão de 108 pessoas no Rio Grande do Norte, entre a quinta-feira (25) e a sexta-feira (26). Três criminosos da facção Família do Norte (FDN), apontados como mandantes do massacre que vitimou 55 apenados em Manaus, estão entre os presos e foram detidos na manhã desta sexta-feira, em Natal. De acordo com o delegado Erick Gomes, que comanda a Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (DEICOR), os dois homens e uma mulher estavam hospedados em um flat de luxo, em Ponta Negra.

Os presos, sem as identidades relevadas, são considerados, segundo a polícia, líderes da facção FDN, historicamente aliada da carioca Comando Vermelho. “Desde o massacre eles são procurados. Presos perigosos e que segundo investigações são também responsáveis por encomendar o massacre que deixou mais de 50 presos mortos em cadeias de Manaus”, contou o delegado.

Foram presos Andreza Rodrigues Lobo, 34 anos e natural de Manaus; Rômulo Raphael dos Santos Morais, 27 anos, natural de Teresina; e Leandro dos Santos Chaves, 25 anos, nascido em Manau.

Além dessas prisões, a Polícia Civil prendeu mais 105 pessoas em todo o Rio Grande do Norte, em operações simultâneas. Os criminosos são acusados de homicídio, tráfico de drogas, estupro, roubo e crimes contra o patrimônio. Em volume de prisão, essa é uma das maiores realizadas pela Polícia Civil, segundo o delegado adjunto da Degepol, Odilon Teodosio.

*Tribuna do Norte