PRF da Paraíba adquire novas novos caminhões boiadeiro para recolher animais soltos nas rodovias federais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba adquiriu dois novos caminhões boiadeiro para aumentar a sua capacidade de recolher animais soltos nas rodovias federais que cortam o estado, evitando acidentes e vítimas. Além desses dois, um outro ainda está em processo de compra. Os caminhões irão juntar-se a frota de boiadeiros já existentes.

Caminhões de boiadeiro da PRF PB
Caminhões de boiadeiro da PRF PB

Apenas neste início de ano (entre 01 de janeiro a 12 de março) a PRF já recolheu na Paraíba 396 animais. Em outras palavras, a retirada destes significou menos acidentes nas nossas estradas e, consequentemente, vidas salvas.

Embora este controle seja de responsabilidade dos municípios, a PRF não poderia privar-se do seu compromisso institucional e, sobretudo, social. Por isso está investindo na aquisição de novos caminhões boiadeiros, assim como está provocando algumas prefeituras a firmarem convênios, onde, na oportunidade, estas forneceriam laçadores e, principalmente, locais para recebimento e cuidados dos animais apreendidos.

Outro fato importante é que os proprietários dos animais (criadores) poderão sofrer sanções penais por prática de contravenção ou até mesmo crime. O simples ato de deixar o animal solto já se configura contravenção penal. O pior é que este negligenciamento acarreta, muitas vezes, em acidentes nas estradas. Quando a presença de um animal na pista provoca um acidente, e que este gere danos materiais ou, os casos mais graves, que são os danos físicos aos ocupantes de veículos, o proprietário deste animal estará sujeito a responder na esfera penal.

Em casos de avistamento de animais soltos na pista o motorista pode ligar para o 191, número de emergência da PRF.




Sem categoria

Polícia Civil prende três homens acusados de tráfico e apreende 20 quilos de droga

Trio preso com drogas em Natal
Trio preso com drogas em Natal

A equipe de policiais civis da Delegacia Especializada de Narcóticos, DENARC, sob o comando dos delegados Cláudio Henrique e Karla Viviane, realizou uma operação no final da tarde desta quinta feira (13), que culminou com a prisão de três pessoas e na apreensão de 20 quilos de droga.

A ação foi resultado de um trabalho de investigação que durou cerca de duas semanas. A equipe investigava uma denúncia anônima acerca de uma quadrilha que estaria traficando drogas nos estados do Rio Grande do Norte e da Paraíba, e possivelmente refinando a droga em Natal.

Material apreendido pela Denarc
Material apreendido pela Denarc

As informações obtidas pela Polícia davam conta de que havia um veículo do modelo Celta, branco,  vindo da cidade de João Pessoa para buscar droga em Natal.  A partir dessa informação os policiais da DENARC deram início a diligências e por volta das 16h, flagraram o veículo na Avenida Antônio Basílio, onde já se encontrava um veículo Golf, de cor prata, o aguardando. Quando o Celta se aproximou um elemento saiu do Golf e passou duas sacolas para o Celta. Neste momento a equipe de policiais fez a abordagem dos elementos e constataram que havia 4 tabletes de cocaína na sacola, totalizando 20 quilos.

Após a apreensão dessa droga, e prisão dos ocupantes dos veículos – identificados como José Pereira da Silva Neto, 24 anos e Fabrizio da Silva Pinheiro, 40 anos, ambos naturais da Paraíba, e Augusto Jonatas Brito Ribeiro, 23 anos, natural do Rio Grande do Norte – os policiais seguiram em diligência até chegar em uma residência no Barro Vermelho, que funcionava como refinaria da droga.

No local foram apreendidos 3 prensas hidráulicas, produtos utilizados para refinar a droga, 32 quilos de pó mágico (avaliado em R$160 mil reais), uma pistola .40, um revólver .45, uma arma calibre 12 e uma granada. A droga apreendida, se fracionada, está avaliada em cerca de 1 milhão e 200 mil reais.

Paralelamente à investigação sobre a quadrilha que atua em João Pessoa e Natal a Polícia também vinha monitorando uma movimentação estranha em um posto de gasolina na Grande Natal e nesta quinta-feira, ao seguir um veículo que saia do posto, chegou a um condomínio de luxo e fez uma abordagem no local para verificar se existia alguma ligação entre as pessoas que foram seguidas e os traficantes que foram presos.

Durante a ação foi descoberto que no local funcionava uma casa de jogos. Na residência foram encontradas 30 máquinas, 17 jogadores (incluindo os que estavam no carro que foi seguido) e 4 funcionários.

Durante a abordagem o proprietário da casa, Ney Willian de Araújo, ofereceu a importância de 5 mil reais a um agente de Polícia Civil para que o mesmo amenizasse a situação. Ney recebeu voz de prisão em flagrante por corrupção ativa,  assinou um termo circunstanciado de ocorrência pela exploração do jogo de azar e encontra-se preso. Somente durante esta semana  a DENARC já prendeu 11 pessoas por tráfico de drogas.




Sem categoria

Quadrilha especializada em assaltos a banco é presa pela Polícia Federal

Armamento apreendido com bando acusado de assaltos
Armamento apreendido com bando acusado de assaltos

Do www.mossorohoje.com.br – Uma quadrilha especializada em assaltos a banco foi presa durante uma operação no interior do estado da Bahia. O bando era comandado pelo caraubense Antônio Carlos de Lima, mais conhecido por “Preto de Benedito”.

A operação deflagrada pela Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, em conjunto com a Polícia Militar da Bahia e Pernambuco, teve início no dia 04 de março quando os suspeitos foram abordados e os agentes desconfiaram das diferentes versões apresentadas pelos envolvidos.

Desde então, uma força tarefa foi destinada a identificar e monitorar o bando.

Após oito dias de investigação, verificou-se que Antônio Carlos de Lima, Carlos Roberto da Silva Falcão e Daelya da Silva Ventura, integravam uma quadrilha responsável por vários crimes contra agências bancárias.

Junto com eles, foram apreendidos dois fuzis e mais de 400 munições.

O trio confessou que planejavam assaltar um banco na cidade de Andorinha, na Bahia, a 430 quilômetros de Salvador.

Ainda segundo a polícia, nomes falsos eram usados para evitar o reconhecimento.




Sem categoria

Sindasp-RN lamenta que Governo tenha atendido vontade dos presos; Diretora de Alcaçuz vai deixar o cargo

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Rio Grande do Norte vem a público externar a preocupação com atitude do Governo do Estado em atender ao pedido dos presos e afastar a agente Dinorá Simas da direção da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, bem como o diretor do Presídio Rogério Coutinho Madruga, Júnior Rossato. A medida abre um precedente e pode comprometer a segurança nas unidades prisionais.

Dinorá será exonerada porque os presos se queixaram de grande opressão, tendo em vista que eram feitas revistas periodicamente nas celas para verificar as ações dos detentos, coibindo fugas e uso de aparelhos como celulares ou drogas”, afirma Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

De acordo com ela, os agentes penitenciários estão se sentindo abandonados e traídos pelo Governo do Estado, pois têm feito todo esforço possível para manter a ordem no Sistema Penitenciário e, ao invés de receberem valorização e apoio, veem o Estado atender ao que pedem os presos.

Nada foi oferecido pelo Governo para que nós desenvolvêssemos nosso trabalho da maneira correta, bem como em nenhum momento os diretos humano foram até o servidores para saber de suas necessidades e de como é estar sob o risco de morte a todo momento, dentro de uma penitenciária”.

Vilma Batista explica que foi realizada uma reunião para decidir os rumos do Sistema, nesta quinta-feira, após uma série de ações criminosas partindo dos presos. “Solicitamos participar dessa reunião para propormos um grupo de trabalho, mas o Governo preferiu apenas ouvir o representante dos direitos humanos que ali estava para defender os argumentos dos presos. Com isso, lamentamos que o Governo da Segurança, como está sendo classificado, não tenha chamado seus servidores também para essa conversa, atribuindo toda fragilidade ao lado mais fraco e oprimido, que hoje somos nós. Os agentes penitenciários estão de luto, pois o Governo enterrou nossas esperanças de honra”.




Sem categoria

Roberto Germano receberá o prêmio Gestor Nota 10

O prefeito do município Caicó, Roberto Germano, receberá o Troféu Gestor Nota 10, que é concedido aos 100 melhores gestores municipais do Brasil, classificados nas pesquisas de utilidades públicas na esfera de educação, infraestrutura e saúde. Será durante o 14ª Congresso dos Melhores Prefeitos do Brasil, próximo dia 17, no Golden Tulip – Recife Palace Hotel.

Realizada pela União Brasileira de Divulgação (UBD), a premiação é um reconhecimento oficial e simbólico de que administração municipal vem atendendo os requisitos de excelência em gestão pública, na qual são avaliados critérios como transparência, comprometimento com a sociedade e responsabilidade fiscal.

Roberto disse que o grande merecedor desse prêmio é o povo caicoense, que tem contribuído significativamente para o direcionamento das políticas públicas em prol da qualidade de vida de toda a população. “Sinto-me honrado com esta premiação. Continuaremos unindo esforços diários para promover o desenvolvimento de Caicó em todas as áreas, sempre de uma forma justa, honesta e estratégica”, destacou Roberto Germano.




Sem categoria

Rebelião: Agentes invadem pavilhão “A” no presídio Raimundo Nonato em Natal

Os agentes penitenciários dos grupos especiais invadiram por volta das 09 horas e 30 minutos, o pavilhão A, do Presídio Provisório Raimundo Nonato em Natal. Os presos estão rebelados desde às primeiras da manhã desta sexta-feira (13).

Ontem, no início da tarde, eles promoveram motim simultâneo com o presídio Provisório de Parnamirim em Natal, mas, final da tarde o problema foi contornado.




Sem categoria

Governo muda a direção do Presídio de Parnamirim e do Hospital de Custódia

O Diário Oficial do Estado, trouxe na edição desta sexta-feira (13), mudanças nas direções do Presídio Provisório de Parnamirim e do Hospital de Custódia.

Foi exonerado, DURVAL OLIVEIRA FRANCO, do cargo de diretor de do presídio de Parnamirim. Seu vice, RUBIAN DO NASCIMENTO ROCHA, também deixa o cargo. Foram nomeados, ADAILTON PESSOA DE OLIVEIRA e DISRAELY ANTUNES PAIVA DE OLIVEIRA, para a direção e vice-direção da referida unidade prisional.

A outra mudança ocorreu na direção da Unidade Penal da Unidade Psiquiátrica de Custódia e Tratamento, em Natal/RN. Deixa o cargo, MARIA NAYRAN DE ANDRADE SILVA. Para o cargo, foi nomeado KEILISON RANES GURGEL PAIVA.




Sem categoria

Funcionários da Rádio Panati em Patos/PB, são demitidos; Igreja Mundial comprou emissora

A rede formada pela Nova Mundial FM 91.7 voltada a São Paulo e controlada pela Igreja Mundial do Poder de Deus, assumiu mais duas frequências no interior da Paraíba. A rádio religiosa passou a ocupar as frequências das rádios Panati FM 93.9 AM 750 de Patos. A programação foi alterada no dia 1º de março e as emissoras já transmitem a programação religiosa.

Segundo informações do jornal Diário do Sertão, diversos profissionais que atuavam nas rádios perderam os empregos. Após 29 anos em funcionamento através do grupo ligado ao ex-deputado Múcio Sátyro, a Rádio Panati, em Patos, que compõem estações em AM e FM, está sob a direção da Igreja Mundial do Poder de Deus, do pastor Valdomiro Santiago.

De acordo com informações, a mudança não agradou a alguns funcionários que foram todos demitidos e também outros que perderam programas de rádio já tradicionais na cidade de Patos. A programação segue uma linha de músicas gospel, bem como programas evangélicos transmitidos, por enquanto, de Campina Grande. A Rádio Panati deverá passar por uma ampla reforma em sua estrutura.

A Igreja Mundial do Poder de Deus também conta com as rádios Nova Mundial FM 91.7 da Grande São Paulo / Baixada Santista, 91 FM 91.3 de Curitiba, além da Nova Mundial FM 93.7 da região de Foz do Iguaçu (sintonia que não é brasileira).




Sem categoria

Caicó: Comerciantes da Praça José Augusto rechaçam licitação

Os comerciantes que ocupam quiosques na Praça de Alimentação no Centro de Caicó, emitiram uma nota nesta quinta-feira (12), se dizendo contrários aos termos da licitação realizada pelo Poder Executivo Municipal, para a escolha dos ocupantes dos espaços em destaque. Para eles, “o certame traz sérios e irreparáveis danos e prejuízos aos comerciantes e a comunidade“. Quem assinou a nota foi Stênio Guy Saturnino Santos, representante dos comerciantes da Praça.

Quiosques da Praça de Alimentação (FOTO: Walter Leite)
Quiosques da Praça de Alimentação (FOTO: Walter Leite)

A Praça, atualmente possui 22 quiosques, sendo que 6, já foram irregularmente vendidos ou alugados. “Então que os vendedores e os compradores dos quiosques resolvam suas situações irregulares já que os outros 16 comerciantes estão legalmente estabelecidos há mais de 15 anos em seus treillers. Após a construção dos equipamentos foi celebrado um acordo de permissão  de uso, sem licitação, com o Ministério Público e o Município. Cabe ao Município, fiscalizar a ocupação dos espaços públicos, punindo os que não estiverem de acordo com a lei e jamais querer jogar a carga nas costas dos comerciantes legalmente em dia com suas obrigações. Queremos da parte do Município, incentivos e não mais impostos, pois a carga tributária está insuportável. Somos mulheres e homens empreendedores de bem, só queremos trabalhar para educar nossas famílias honestamente“, destacam.

Os comerciantes, lembram a luta diária para fazer funcionar seus estabelecimentos, tendo que ficar com os quiosques abertos até de madrugada, todos os dias. “Os comerciantes vem, sacrificadamente, há mais de 15 anos, trabalhando das 15hs da tarde às 3 horas da manhã, de segunda a segunda, gerando emprego e renda para a nossa cidade inclusive tendo seus impostos todos em dia“, afirmam.

Por fim, reafirmam: “Não aceitamos licitação, mas, sim, a continuidade do termo de permissão de uso“.




Sem categoria

Francielle Lopes se reúne com subcoordenadora da COHUR; na pauta: os hospitais do Seridó

A fisioterapeuta e suplente de deputada estadual, Francielle Lopes, esteve reunida em Natal, nesta quarta-feira (11), com a subcoordenadora hospitalar da COHUR (Coordenação de Hospitais e Unidades de Referência), Adriana Pontes. Na pauta, os hospitais de Caicó. “Trabalharemos em parceria, a Ursap será o ponto de apoio da COHUR na região do Seridó, consequentemente, fortalecendo a parceria com as unidades hospitalares. As pessoas sempre nos indagavam sobre os hospitais. E eu sempre respondia que primeiramente deveria sentar com a COHUR, uma decisão ética, mas também fundamental para conhecer o papel da Regional com relação aos hospitais“, afirma.

Francielle Lopes em reunião em Natal
Francielle Lopes em reunião em Natal

Na reunião, Francielle Lopes, solicitou da subcoordenadora que seja feita uma visita ao Seridó, em breve. “Trabalharemos em parceria. A IV URSAP será o ponto de apoio da COHUR na região do Seridó, consequentemente, fortalecendo a parceria com as unidades hospitalares. Solicitei para que aconteça o mais breve possível uma visita às 3 unidades hospitalares(Caicó, Acari, Currais Novos), que já deverá ser realizada em conjunto (COHUR + IV URSAP). Também, já fizemos a solicitação do material para que o centro cirúrgico volte a funcionar e as cirurgias em traumatologia voltem a ser realizadas o mais rápido possível“.

A subcoordenadora achou de relevância os propósitos abordados no momento da reunião e se comprometeu em tratar o caso com celeridade. “É bem verdade que a SESAP tem limitações, principalmente orçamentárias, mas há uma equipe unindo forças por completo para dar as respostas o mais breve possível. A URSAP se soma à essa equipe, e o Seridó só tem a ganhar com isso“, afirmou Francielle Lopes.




Sem categoria

Diretora da IV Ursap busca solução para demandas do Samu/Caicó

A fisioterapeuta e suplente de deputada estadual, Francielle Lopes, se reuniu nesta quinta-feira (12), com a coordenadora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, Cecília Picinin. Na qualidade de diretora da IV Ursap, ela encaminhou pleitos relacionados ao serviço de socorro e resgate que também tem atuação no Seridó. Um deles, foi o combustível para as ambulâncias.

Francielle Lopes, explicou que existe um acordo entre Município (Caicó) e Estado. “A Prefeitura responde por profissionais e medicamentos. O Estado responde pela estrutura e insumos. O combustível, é cedido em cotas diárias, pelo Estado, sendo, 60 litros por dia. Acontece que se a viatura for eventualmente 2 vezes para Natal, não é suficiente. Então, pede-se a colaboração da prefeitura, que vinha correspondendo, mas, semana passada, a secretária me ligou comunicando que não tinha mais condições de repassar a contrapartida“.

Sobre o assunto, Cecília Picinin, pediu até segunda-feira, dia 16,  para resolver a questão.

Outro assunto, também relacionado ao Samu, foi a possibilidade de instalação de uma Central de Regulação em Caicó e ainda sobre o aumento da frota. “A resposta sobre a central, é que não é viável, por causa do tamanho da população, quanto aos demais pleitos, ela estará em Caicó, na próxima semana para discutirmos sobre“, disse.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, é sediado em Caicó e atende outras cidades da região Seridó. Quando se faz necessário, uma de suas ambulâncias, se desloca para Natal, com pacientes necessitados de atendimentos médicos mais complexos.




Sem categoria

Rebelião nos presídios Raimundo Nonato e Provisório de Parnamirim, são controladas

raimundo nonato
raimundo nonato

A rebelião dos presos no Presídio Raimundo Nonato, em Natal, foi controlada no final da tarde desta quinta-feira (12). A informação foi confirmada pelo diretor da Unidade, Eider Pereira de Brito.

“Os agentes penitenciários, controlaram inicialmente o Pavilhão “A” e depois de negociação, os presos do Pavilhão “B”. Muitas grades das celas foram arrancadas. Colchões foram queimados, muita coisa foi destruída por eles (os presos)”, disse Eider.

A rebelião do Raimundo Nonato, teve início praticamente no mesmo instante em que começou no Presídio Provisório de Parnamirim. Da mesma forma, também foi controlada.

 




Sem categoria

MPEduc: audiências discutirão qualidade da educação em Cerro Corá e Lagoa Nova

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) e o Ministério Público do Estado (MP/RN) realizarão audiências públicas para discutir a qualidade da educação básica nos municípios de Cerro Corá e Lagoa Nova. Os eventos ocorrerão nos dias 19 e 26 de março, respectivamente, sempre às 9h, no auditório das câmaras municipais.

O objetivo é apresentar à sociedade o projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc) e incluir a população na discussão sobre a qualidade da educação pública oferecida nessas cidades. As inscrições para participar deverão ser realizadas através do e-mail janinevarella@mpf.mp.br, sendo limitadas à capacidade dos auditórios.

De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do ano de 2013, calculado pelo Ministério da Educação, Cerro Corá atingiu apenas 3,8 e 3,4 para os anos iniciais e finais, respectivamente, enquanto Lagoa Nova obteve 4,6 e 3,1, respectivamente. Nesse índice, cuja escala vai de 0 a 10, o ideal é, no mínimo, um Ideb 6.




Sem categoria

Secretário de Meio Ambiente de Cruzeta/RN é condenado a perda do cargo por caçar arribaçãs

Ao proferir sentença sobre caso que envolve a caça de ave nativa, especificamente arribaçã, e porte de arma, o juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior condenou o secretário de Meio Ambiente de Cruzeta, município da região do Seridó, Gustavo José de Azevedo Medeiros da Silva, ao afastamento do cargo de secretário de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca daquela cidade.

Gustavo Medeiros foi preso, processado e condenado pela caça de 88 arribaçãs, crime previsto pelo art. 29, caput, da Lei 9.605/98 e porte de arma, estabelecido pelo art. 14 da Lei 10.826/2003. Em sua decisão em afastar do cargo o assessor da prefeitura de Cruzeta, o magistrado pontua ser as funções de secretário incompatíveis com o crime praticado. Pela prática proibida pela legislação, Gustavo foi condenado juntamente com o sogro dele, Paulo Roberto de Medeiros.

A pena aplicada ao secretário é a privativa de liberdade de dois anos e sete meses de pena e 21 dias-multa, sendo a privativa de liberdade substituída por prestação de serviço à comunidade e prestação pecuniária, tudo com base no art. 44, I, II, III e seu § 2ºdo Código Penal. O valor da prestação pecuniária para cada réu será de R$ 44 mil e prestação de serviços à comunidade, da forma determinada pelo Juízo de Execução Penal.

Incompatibilidade

Ao definir a pena a ser imposta ao condenado e sobretudo, quanto ao afastamento do cargo, o magistrado Marcus Vinícius foi enfático. “Manter um caçador de arribaçãs como Secretário de Meio Ambiente é como determinar que uma raposa pastore as galinhas“. Nos autos, ficou provado que no ato da prisão pela caça de ave nativa, o condenado tentou “dar uma carteirada” nos policiais, identificando-se como secretário de Meio Ambiente, “com o fim escuso de se livrar das consequências da lei”.

O juiz destaca que Gustavo Medeiros da Silva, ao invés de proteger o Meio Ambiente, identificou-se como secretário após ser abordado por praticar ação contrária ao que se espera de um ocupante de cargo relacionado à defesa do Meio Ambiente. “Enquanto se espera que secretário de Meio Ambiente desenvolva ações de combate à caça ilegal de aves nativas, por exemplo, o de Cruzeta era o caçador”, salienta. E completa: “razão pela qual determino a expedição de ofício ao prefeito Municipal de Cruzeta para afastar Gustavo José de Azevedo Medeiros da Silva do referido cargo, em 24 horas, sob pena de aplicação das consequências legais”.




Sem categoria

200 presos estão rebelados no pavilhão “1” de Alcaçuz

Sidney Silva – O diretor do Presídio Provisório Raimundo Nonato, Eider Pereira de Brito, disse no início da tarde desta quinta-feira (12), em entrevista na Rádio Caicó, que cerca de 200 presos estão rebelados no pavilhão “1” de Alcaçuz. Ele esteve na unidade dando apoio a diretora, Dinorá Simas.

De acordo com Eider Brito, os presos fecharam as entradas do pavilhão com colchões, grades de camas e celas que foram arrancadas. “Eles querem a presença do representante dos Direitos Humanos do Rio Grande do Norte. Não se rendem e afirma que vão defender o pavilhão com a própria vida se for preciso“, disse.

Permanecem no presídio de Alcaçuz, agentes penitenciários dos GEP e GOE, que são grupos especializados em gerenciamento de crises e de incursão em presídios com presos rebelados. Também está na unidade, o Batalhão de Choque de Natal.




Sem categoria