PF prende homens com 3 quilos de cocaína no aeroporto de Natal

PF apreendeu drogas com três homens em Natal

A Polícia Federal prendeu na tarde desta quinta-feira (16/3) no aeroporto internacional Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, um vendedor, amazonense, 20 anos e um comerciante, colombiano, 37 anos, acusados de tráfico de drogas. Eles chegavam em um voo de Manaus/AM que fez conexão em Brasília/DF e traziam na bagagem, três quilos de cocaína que seriam levados para a Europa.

A ação ocorreu quando os policiais federais fiscalizavam passageiros no setor de embarque doméstico e suspeitaram de um homem com sotaque estrangeiro que se fazia acompanhar de um brasileiro. Ao serem formalmente entrevistados, eles se mostraram apreensivos e, sobre o motivo da viagem disseram ser apenas “turistas”, porém, negaram estar viajando juntos. Desconfiados, os policiais os conduziram até a sala da PF, onde foram revistados e suas bagagens passaram por uma rigorosa inspeção. Pouco tempo depois, uma das malas, mesmo após ser esvaziada, apresentou um peso excessivo e, ao ser perfurada com o auxílio de uma chave de fenda, notou-se a presença de um pó branco, o qual foi submetido ao exame do narco-teste e deu resultado positivo para cocaína.

De imediato, os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para autuação em flagrante na Superintendência da PF, no bairro de Lagoa Nova, onde a mala foi inteiramente desmontada. A cocaína estava escondida em um fundo falso, prensada entre lâminas de acrílico, enquanto uma outra quantidade da droga foi achada em sacos plásticos e camuflada em meio a lenços umedecidos.

Também foram apreendidos em poder dos acusados: Celulares,uma pequena quantidade de pedras preciosas (esmeraldas),600 reais, 4 mil euros e 42 mil pesos colombianos.

Indiciados no crime de tráfico interestadual de drogas, os suspeitos foram submetidos a exame de corpo de delito no ITEP e permanecem, à disposição da Justiça, custodiados na sede da PF.

Esta foi a segunda apreensão de drogas realizada pela Polícia Federal em 2017 no aeroporto Aluízio Alves. Na primeira, ocorrida no mês de janeiro, um catarinense foi preso quando desembarcou de um voo, vindo da Europa,trazendo na bagagem 57 mil comprimidos de ecstasy.