Preso homem que aplicava crimes de estelionato de dentro da prisão

Os policiais civis da 3ª Delegacia de Polícia de Natal prenderam nesta segunda-feira (15) o apenado Edilson Genésio da Silva, de 35 anos, por estelionato. Edison Genésio, que está cumprindo pena pelo mesmo crime no presídio de Alcaçuz desde 2013, aplicava golpes através de ligações telefônicas feitas por celular e que eram realizadas de dentro da própria penitenciária.

O criminoso costumava se passar por pessoas influentes, inclusive por padre, a fim de demonstrar intimidade e proximidade com as vítimas em quem tentava aplicar o golpe. Os alvos eram, em geral, donos de construtoras, reitores, médicos, secretários de Estado, colégios, supermercados, imobiliárias, bancários, deputados estaduais, dentre outros.

A investigação se iniciou após o registro de um boletim de ocorrência de uma das vítimas que transferiu uma quantia de R$ 1.200,00 para o golpista, acreditando que estivesse ajudando uma criança portadora de leucemia na compra de medicamentos. Tendo sempre como justificativa causas sociais e filantrópicas, Edilson fazia cerca de quatro ligações por dias solicitando a contribuição de valores que deveriam ser depositadas em contas correntes de terceiros.

Mesmo já se encontrando preso, Edilson Genésio foi autuado novamente por estelionato e deverá responder judicialmente pelo referido crime.