Projeto piloto do RN Sustentável pode beneficiar áreas suscetíveis à desertificação no Seridó

Projeto piloto do RN Sustentável pode beneficiar áreas suscetíveis à desertificação no Seridó
Projeto piloto do RN Sustentável pode beneficiar áreas suscetíveis à desertificação no Seridó

Aconteceu nesta segunda-feira (27), na sede do Instituto Nacional do Semiárido, em Campina Grande (PB), uma reunião com a presença do articulador estadual do Seapac e presidente do CBH-PPA, engenheiro agrônomo, José Procópio de Lucena; o coordenador do Centro de Apoio ao Comitê, Emídio Gonçalves; Julho Paupitz, consultor do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento); o consultor do IICA; Salomão de Sousa, o diretor geral do INSA, Antônio Tércio, o consultor em processo de desertificação, Francisco Campello e o José  Vaderli, diretor-executivo da Agência de Desenvolvimento do Seridó.

De acordo com Procópio Lucena, o objetivo da reunião foi aprofundar a estrutura e conteúdo de um projeto piloto para o RN SUSTENTÁVEL, em áreas suscetíveis à desertificação e degradação das terras no núcleo de desertificação do Seridó, em 09 comunidades dos municípios de Parelhas, Equador e Carnaúba dos Dantas, dentro da bacia hidrográfica do rio Piancó-Piranhas-Açu.