Renan recebe pauta de reivindicações dos prefeitos na quarta-feira

Os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados
Os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados

O presidente do Senado, Renan Calheiros, vai receber os prefeitos na próxima quarta-feira (17), às 11h, no Salão Negro do Congresso. A reunião vai seguir os mesmos moldes doencontro de Renan com os governadores, realizado no último dia 20, quando as demandas dos estados estiveram no foco do debate.

Desta vez, os prefeitos irão trazer ao Senado suas preocupações com a necessidade de aumentar os recursos para as cidades e de rever as responsabilidades dos municípios.

Segundo a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), que reúne os administradores das cidades mais populosas do país, de 2000 a 2013 as despesas do conjunto dos municípios brasileiros cresceram meio ponto percentual, enquanto suas receitas aumentaram 5,8 pontos percentuais, acentuando o desequilíbrio entre os entes federativos. Para enfrentar problemas desse tipo, os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados.






Renan recebe pauta de reivindicações dos prefeitos na quarta-feira

Os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados
Os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados

O presidente do Senado, Renan Calheiros, vai receber os prefeitos na próxima quarta-feira (17), às 11h, no Salão Negro do Congresso. A reunião vai seguir os mesmos moldes doencontro de Renan com os governadores, realizado no último dia 20, quando as demandas dos estados estiveram no foco do debate.

Desta vez, os prefeitos irão trazer ao Senado suas preocupações com a necessidade de aumentar os recursos para as cidades e de rever as responsabilidades dos municípios.

Segundo a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), que reúne os administradores das cidades mais populosas do país, de 2000 a 2013 as despesas do conjunto dos municípios brasileiros cresceram meio ponto percentual, enquanto suas receitas aumentaram 5,8 pontos percentuais, acentuando o desequilíbrio entre os entes federativos. Para enfrentar problemas desse tipo, os prefeitos pleiteiam o aprimoramento dos canais de diálogo com a União e os estados.