RIO SÃO FRANCISCO: Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves atinge 20,03%

A Barrgem de Assu está atualmente com 487 milhões e 856 mil metros cúbicos de água, - Foto: Sidney Silva
A Barragem de Assu está atualmente com 487 milhões e 856 mil metros cúbicos de água – Foto: Sidney Silva

O primeiro dia da “Caravana das Águas”, com os bispos do Regional Nordeste II, Dom Mariano Manzana da cidade de Mossoró; Dom Antônio Carlos Cruz, da cidade de Caicó, Dom Jaime Vieira Rocha, da cidade de Natal, além de representantes do Governo Federal, Imprensa, representantes do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e a comunidade local, terminou no Sertão da Paraíba, em Cajazeiras/RN.

Inicialmente foi visitada a Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves em Itajá/RN. O reservatório está atualmente com 487 milhões e 856 mil metros cúbicos de água, ou, 20,03% de sua capacidade máxima.

Uma das grandes preocupações dos órgãos governamentais, da Igreja e de todos os envolvidos com a caravana, é que a Armando Ribeiro, atende pelo menos 600 mil pessoas, nas regiões, Oeste, Médio Oeste, Seridó e Vale do Açu, todas no Rio Grande do Norte e está com um volume de água muito baixo. Neste ano de 2016, o reservatório só tomou 24 centímetros de água e, já perdeu, 15cm.

O secretário Nacional de Recursos Hídricos, Osvaldo Garcia, disse ao repórter Sidney Silva, que a Armando Ribeiro, é uma das 24 barragens que serão recuperadas para receber as águas da transposição do São Francisco.

A previsão da Secretaria Nacional, é que em dezembro a transposição chegue na Barragem Engenheiro Avídos na cidade de Cajazeiras. “A partir daí, o caminho é natural pelo rio Piranhas até a Armando Ribeiro e as demais que compõem o projeto”, disse Osvaldo Garcia.

A Barragem de Oiticicas, também faz parte do conjunto de reservatórios que vai receber as águas do São Francisco, mas, de acordo com Garcia, não se faz necessário que a obra esteja concluída para tal.