São Paulo enfrenta The Strongest e altitude

Bauza testou formação com 3 volantes - Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net
Bauza testou formação com 3 volantes – Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Após desperdiçar pontos em jogos considerados fáceis, o São Paulo entra em campo, às 21h45 (de Brasília) desta quinta-feira, no estádio Hernando Siles, em La Paz, na Bolívia, para defender sua sobrevivência na Libertadores. Para avançar, o Tricolor precisa apenas empatar com o The Strongest.

Segundo colocado do Grupo 1, com oito pontos, o São Paulo briga diretamente com o time boliviano, que tem um ponto a menos e precisa vencer para conquistar a última vaga do Gropo 1 da competição sul-americana.

Após ser goleado pelo Audax por 4 a 1 e eliminado do Campeonato Paulista, no último domingo, o elenco Tricolor precisará esquecer o tropeço no estadual se quiser corresponder à cobrança de sua exigente torcida.Mais do que a equipe boliviana, o São Paulo precisará vencer outro adversário que costuma castigar os times que jogam em La Paz, a altitude de 3,6 mil metros em relação ao nível do mar. Para isso, chegará à cidade apenas algumas horas antes do jogo.

No último treino antes do embarque para a Bolívia, o técnico Edgardo Bauza testou uma formação com três volantes, Hudson, Thiago Mendes e Wesley, que terão a missão de dar suporte aos zagueiros Maicon e Rodrigo Caio.

Ganso, que treinou entre os reservas, ainda é dúvida e se não puder jogar poderá ser substituído por Michel Bastos ou Kelvin. Com um estiramento muscular, o zagueiro uruguaio Diego Lugano desfalcará o São Paulo, mas acompanhou seus companheiros na viagem para a Bolívia com a missão de motivar o elenco tricolor.

Na imagem: Bauza testou formação com 3 volantes – Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net