SAÚDE: Mobilização nacional contra Aedes aegypti deve visitar casas em 356 municípios, no próximo sábado

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No próximo sábado, 13 de fevereiro, 220 mil militares das Forças Armadas vão fazer mutirão de visitas em casas para destruir criadouros do mosquito aedes aegypti. A mobilização vai ocorrer em 356 municípios brasileiros e deve contar ainda com a participação de agentes de endemia e de saúde.

O ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, enviou aos ministros de estado, secretários executivos dos ministérios, presidentes de empresas públicas, autarquias e fundações federais, ofício solicitando que estejam presentes nas capitais e nos municípios de maior porte para acompanhar pessoalmente as ações de mobilização. Segundo dados do ministério da Saúde, mais de 20 milhões de imóveis, incluindo domicílios, prédios públicos, comerciais e industriais, já foram visitados.

Ao todo, o governo estima que devam ser vistoriados 67 milhões de imóveis. Atualmente, o Piauí é o estado com maior percentual de imóveis vistoriados, com 74%, seguido da Paraíba (71,7%) e Minas Gerais (67,6%). Ainda segundo o ministério, Minas Gerais é o estado que mais realizou visitas, somando cerca de cinco milhões.

São Paulo totalizou cerca de quatro milhões, e o Rio de Janeiro, dois milhões e meio. Até o dia 30 de janeiro, o ministério e os estados investigam 3.670 casos suspeitos de microcefalia em todo o país. Ao todo, 404 casos já tiveram confirmação de microcefalia e outras alterações do sistema nervoso central, sendo que 17 com relação ao vírus Zika. Outros 709 casos notificados já foram descartados.