Secretaria de Segurança Pública e Correios unem forças para coibir assaltos às agências‏

Reunião da Secretaria de Segurança Pública com representantes dos Correios
Reunião da Secretaria de Segurança Pública com representantes dos Correios

Com base em experiência muito bem sucedida no Alto Oeste Potiguar, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e os Correios estão unindo forças para prevenir os assaltos às agências postais em todo o Rio Grande do Norte. Nesta quinta-feira (25), a cúpula da Segurança Pública do Estado e a Diretoria Regional dos Correios realizaram a segunda de uma série de reuniões para acertar os detalhes do plano de ação.

O secretário adjunto da Sesed, Caio Bezerra, conduziu a reunião que contou com a presença do diretor Regional dos Correios, José Alberto Brito, além de representantes da gerência de segurança patrimonial dos Correios, os comandantes dos Batalhões de Polícia Militar e de policiamento da Região Metropolitana e Interior, e representantes da Polícia Civil.

Em 2014, o Alto Oeste Potiguar concentrou o maior número de assaltos às agências de Correios no Rio Grande do Norte. Em menos de um ano, esse panorama mudou por completo e, atualmente, a região é, de longe, a que concentra o menor número de ocorrências em todo o Estado.

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública mostram que a população também sente a diferença em seu cotidiano. Além dos investimentos em segurança já realizados pelos Correios em suas unidades, como a implantação de mais postos de vigilância armada e instalação de novas portas giratórias detectoras de metal, a própria direção da empresa atribui a queda – principalmente – às ações de prevenção executadas pelo 7º Batalhão de Policia Militar (7º BPM).

Sediado na cidade de Pau dos Ferros, o 7º BPM responde por 35 municípios e, sob o comando do Major Cavalcanti, tem intensificado o trabalho de patrulhamento tático em áreas estratégicas da região, como forma de coibir a atividade criminosa.

A Sesed garantiu que pretende replicar essas ações a todas as regiões do Estado o mais rapidamente possível. Por sua vez, os Correios terão investido até o final de 2015 cerca de R$ 4,8 milhões em equipamentos de segurança. Para o ano de 2016, já estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 7,7 milhões.

Todas as agências do Rio Grande do Norte possuem sistemas de circuitos fechados de televisão (CFTV). Além disso, está em vigência desde o final de 2013 um acordo de cooperação técnica entre os Correios e a Polícia Federal.