Segundo acusado, rixa MOTIVOU HOMICÍDIO no centro de Caicó esta semana

O advogado Ariolan Fernandes, apresentou na tarde deste sábado (04), na Delegacia de Polícia Civil em Caicó, o cabeceiro, Cledimilson Gomes dos Santos “Galego”, de 44 anos, residente na Rua Ermenegildo Santiago, nº 26, no Bairro Walfredo Gurgel. Ele matou no início da tarde de sexta-feira (03), por volta das 14hs30min, o também cabeceiro, Patrício Batista, com golpes de faca peixeira.

O crime aconteceu centro da cidade de Caicó.

O Blog Sidney Silva, teve acesso ao depoimento do “Galego”. Ele confirmou a autoria do crime e disse que matou porque estava sendo ameaçado pela vítima.

Dias atrás, Patrício teve um desentendimento com um primo de Galego, chamado, Rivaldo. Em razão de tal rixa, ele passou a soltar piadas para Galego, inclusive, o ameaçou dizendo que “ia pegá-lo”. No dia do crime, após terem descarregado uma carga de cerâmica, nas proximidades da Caixa Econômica, Patrício passou a dizer palavras de baixo calão contra o Galego. Ele disse que partiu pra cima da vítima com uma faca que portava por causa do trabalho. Que soltou a arma do crime e fugiu. Somente algum tempo depois soube da morte ocorrida no Hospital. Ainda afirmou que a intensão não era matar e sim, apenas dar um susto.

O cabeceiro, Patrício Batista, de 33 anos, residia na Rua Piauí, Bairro Walfredo Gurgel, e foi esfaqueado no centro da cidade por volta das 13hs30min. Do local aonde foi golpeado, ele, correu pela Avenida Coronel Martiniano até o Bairro Acampamento e caiu com as vísceras à mostra. Foi socorrido para o Hospital Regional e morreu.