Semana da Água acontece entre os dias 19 e 23 de março no RN

Programação do Seminário se estende durante toda a semana

O Dia Mundial da Água está se aproximando e em todo o mundo organizações, instituições, empresas, dentre outros, se organizam para realizar suas programações em comemoração a este dia tão importante. Neste ano, o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), do Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), realizará uma ampla programação durante a Semana da Água, que ocorre entre os dias 19 e 23 de março.

A programação da Semana da Água inclui visitas institucionais em obras que vão garantir a segurança hídrica do Estado, dentre elas a Adutora Emergencial que está sendo construída junto a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves para poder levar água para as cidades de Mossoró e Assú e visita a Barragem de Oiticica que trará capacidade de reservação de água para o povo potiguar. Além das obras voltadas especificamente para o abastecimento, terá destaque o trabalho desenvolvido na área de esgotamento sanitário que traz um reflexo direto para a qualidade da água da capital do Estado, bem como, benefícios para meio ambiente.

Um dos pontos altos da Semana da Água 2018 é a realização do Seminário Técnico. Nesta edição o tema que será abordado é “Água e Integração de Sistemas Ambientais – Desafio para a Segurança Hídrica”. O evento, que é aberto ao público, será realizado nos dias 22 e 23 de março, na Escola de Governo. Durante dois dias, nomes importantes do saneamento falarão sobre assuntos que vão de águas subterrâneas aos planos de segurança hídrica do Estado.

Ainda na programação do Seminário, os participantes poderão acompanhar em uma sala especial, montada com tecnologia de projeção mapeada, o ciclo da água. “Estamos realizando uma semana que aborde a importância da água e, principalmente, que lance luz sobre esta temática vital para todos”, explica Josivan Cardoso, diretor-presidente do Igarn.