Semarh apresenta documento para iniciar projeto de recuperação de Passagem das Traíras

Reunião sobre Passagem das Traíras aconteceu na Semarh

Em reunião, na manhã de hoje (16), no auditório da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), o Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, voltou a discutir as ações do Estado para a recuperação da Barragem Passagem das Traíras, no município de São José do Seridó.

O encontro foi um desdobramento de uma audiência promovida pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu (CBH-PPA), no dia 31 de outubro, em Acari, e contou a presença do Presidente do Comitê, Procópio Lucena, do Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado (PGE), Defesa Civil Estadual, prefeitos e presidentes das Câmaras de Caicó, Jardim do Seridó, Acari e São José do Seridó.

A Semarh concluiu a revisão do Termo de Referência para a contratação da empresa que vai elaborar os estudos e o projeto executivo da recuperação do reservatório e na ocasião apresentou o documento. “Nosso esforço agora é buscar a possibilidade de enquadramento da contratação do projeto, de forma emergencial”, frisa Ivan Júnior.

Os serviços a serem contratados incluem o levantamento da situação ambiental, estudos hidrológicos, estudos topográficos, levantamento das áreas danificadas, estudos de campo para qualificar a intervenção, entre outros. O estudo vai traçar um panorama e mostrar a real situação de emergência em que se encontra a barragem. “Já estamos adotando as providências, junto aos órgãos de controle do Estado, para fazer essa contratação o mais rápido possível. Vamos anexar toda documentação técnica como os relatórios de inspeção do Estado e da Agência Nacional de Águas para subsidiar a emergência no processo”, disse o secretário.

A elaboração do projeto será executada com recursos do tesouro estadual, na ordem de R$ 808 mil. O titular da Semarh frisou ainda que o Estado está pleiteando a execução das obras de intervenção no reservatório, por meio do Governo Cidadão.