Sesap divulga monitoramento dos casos de dengue, zika e chikungunya

DENGUE 700 AA Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nesta quarta-feira (25) a atualização da situação epidemiológica das arboviroses (dengue, zika e chikungunya) no Rio Grande do Norte. Os dados são referentes à semana epidemiológica número 16, com dados até o dia 23 de maio.

A Sesap reforça que é fundamental as pessoas continuarem com as medidas de eliminação dos criadouros de mosquitos nas suas casas e na vizinhança e que as denúncias de focos do Aedes podem ser feitas pelo telefone 199, pelo aplicativo para celular “Observatório do Aedes”, pelo site observatoriodadengue.telessaude.ufrn.br ou ainda pelo e-mail: saladesituacaorn@gmail.com

Todas as dúvidas e orientações de prevenção podem ser obtidas pelo site desenvolvido pelo Ministério da Saúde:combateaedes.saude.gov.br/tira-duvidas

Dengue

No Rio Grande do Norte foram notificados 45.497 casos suspeitos de dengue em 2016, representando uma incidência de 1.409,36/100.000 habitantes. Em 2015, no mesmo período, foram notificados 19.624 casos suspeitos e incidência de 607,89/100.000 habitantes.

Dos casos notificados, 5.371 (11,81%) foram confirmados, sendo: 5.293 para dengue, 67 como dengue com sinais de alarme e 11 como dengue grave. Em 2015 no mesmo período foram confirmados 4.341 casos (22,12%), para dengue foram 4.293, dengue com sinais de alarme foram 41 e 7 como dengue grave.

No ano de 2015 foram notificados 13 óbitos e em 2016 são 84 óbitos o que representa um aumento de 546% no número de óbitos notificados, destes, 2 confirmados para dengue grave e 3 descartados e os demais ainda em investigação.

Chikungunya

Em 2016 foram notificados 8.691 casos, sendo confirmados 716. Em 2015, foram notificados 4.739 casos de febre de chikungunya, sendo confirmados até o momento apenas 6.

Zika

Em 2016 foram notificados 1.678 casos suspeitos, com 4 casos confirmados. Em 2015 foram notificados 816 casos suspeitos de zika vírus, dos quais foram confirmados 73.