SVO divulgou para o Hospital do Seridó laudo sobre morte de caicoense

O Blog Sidney Siva, teve acesso ao laudo do Serviço de Verificação de Óbito – SVO de Natal, sobre a morte da mulher caicoense, Ingrit Tatiane de Souza, de 27 anos, fato ocorrido no dia 08 de maio de 2015, por volta das 21hs56min na Maternidade Januário Cicco. De acordo com as conclusões diagnósticas do SVO, a caicoense teve, Tromboembolismo Pulmonar (obstrução da artéria pulmonar), Trombose Venosa Profunda (causada pela coagulação do sangue no interior das veias) e Puerpério Mediato.

As primeiras informações sobre o caso deram conta que a mulher passou por “curetagem mal feita” no Hospital do Seridó, em Caicó, quando do parto de crianças gemelares. E por isso teve que ser socorrida para o Hospital Regional e depois para Natal, onde faleceu.

Blog Sidney Silva, procurou a diretora do Hospital do Seridó, Sandra Regina da Costa, mas, ela mão quis se pronunciar. Ela disse que quem se pronunciaria sobre o assunto seria o assessor jurídico, advogado, Jubson Simões, que não foi localizado. O telefone celular estava desligado na manhã desta terça-feira (30).

Ainda consta nos documentos que tivemos acesso que Ingrit Tatiana, estava com 5 meses de gestação e que vinha realizando o pré-natal adequadamente, sem queixas. Ela teria, há 8 dias antes do parto, quando estava trabalhando, apresentado liberação de uma secreção e dor de cabeça. Foi levada para o Hospital do Seridó e assim que chegou, a bolsa estourou, ficando internada sendo medicada com medicação sublingual de hora em hora. Começou a apresentar secreção produtiva. No dia seguinte ao internamento, pariu fetos mortos. Continuou com queixas de dores de cabeça e abdome inferior, momento em que foi transferida para o Hospital Regional e depois para a Januário Cicco, vindo a óbito posteriormente.