Homicídio de promotor de Justiça potiguar completa 20 anos

Galeria na sede do MPRN conta um pouco da história do promotor e de sua morte

Oito de novembro de 1997, dia em que o promotor Manoel Alves Pessoa Neto foi assassinado durante o exercício de suas funções. A data, emblemática para todos os integrantes do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), completa 20 anos nesta quarta-feira.

Sentimos a presença viva dele conosco, nos nossos corações, nas nossas mentes e em tudo o que ele representou enquanto pai e companheiro nas nossas vidas. Ele foi alguém que lutou pelos seus ideais, procurou viver com dignidade com respeito ao próximo. Ele lutou pela garantia de direitos e ao mesmo tempo para que tivéssemos uma vida plena e cheia de momentos de felicidade“, contou Daniel Alves Pessoa, filho de Manoel Alves, destacando que o pai marcou a vida da família e a trajetória do Ministério Público do Rio Grande do Norte e do Brasil.

Daniel Pessoa ainda revelou que o sentimento de injustiça e de indignação também faz parte dessas lembranças todas, sobretudo por causa da forma covarde e cruel com que o promotor foi retirado do convívio familiar e profissional. “Porém, quando olhamos para trás, ao longo desses 20 anos, percebemos o quão importante foi o trabalho dele e como o fato do homicídio também representou uma mudança muito importante para a instituição e para a forma de trabalho das pessoas que fazem o Ministério Público”.

O advogado e professor universitário afirmou que essa percepção também permeia a vivência da família, a forma como encaram a vida e os conduz sob a perspectiva de buscar melhorar o mundo no qual vivemos. “A gente vai se inserir nos espaços com essa lição de vida que ele nos deixou. Como promotor, foi incansável na busca por justiça através das instituições e dos instrumentos legais e isso de fato é o que permanece. Claro que se estivesse conosco, com sua presença física seria muito melhor. Fica uma saudade saudável“, finalizou.

Continue lendo



Celebração de missas em Pernambuco lembram os 20 anos da morte de Frei Damião

Quarta-feira, dia 31 de maio, completam 20 anos da morte de Frei Damião

A 19ª Festa de Frei Damião, que começou na quinta-feira passada, tem seu ponto alto neste domingo. Às 10h, o arcebispo Metropolitano Dom Fernando Saburido celebrou uma missa no Convento do Pina. Centenas de fieis acompanharam a celebração. “Frei Damião anunciava Jesus Cristo e nos motivava a viver o compromisso com Jesus. Ele nos convidava a sermos fiéis ao compromisso com o Senhor”, enfatizou Dom Fernando Saburido.

Segundo Frei Cláudio Simões, guardião do convento dos Capuchinhos, entre 90 e 100 mil romeiros de vários locais, principalmente do Nordeste, devem participar da festa, que acontece, principalmente, no Convento São Félix de Cantalice, no bairro do Pina, até a próxima quarta-feira.

Este ano, quando se comemoram os 20 anos de morte do frade, a festa traz novidades, como a apresentação do cantor católico Zé Vicente, e a presença das imagens peregrinas de Nossa Senhora de Aparecida e Nossa Senhora de Fátima. Também estará presente o italiano Frei Giafranco Lazzari, que veio ao Recife para fotografar os locais por onde o sacerdote para publicação em um livro. Frei Giafranco também deve celebrar missas e ouvir confissões de fiéis.

Homenagens

As celebrações seguem até quarta-feira, com uma pausa na segunda-feira. A festa também celebrará o processo de beatificação de Frei Damião, que teve início em 2003, quando os materiais dos milagres começaram a ser coletados oficialmente. Em 2012, os documentos elaborados pela Arquidiocese de Olinda e Recife foram enviados ao Vaticano para serem analisados. Em fevereiro de 2018, o papa Francisco deve dar o resultado final.

Dentro do convento, haverá vacinação contra gripe para os fiéis presentes e que um espaço montado pela Secretaria de Saúde do Recife estará com uma equipe de apoio, assim como o Corpo de Bombeiros e Policiais Militares. O trânsito na avenida Domingos Ferreira não será alterado por conta da festa e que os fiéis que optarem por ir de carro, poderão estacionar no antigo Aeroclube. Durante todos os dias de celebração, serão entre 450 e 500 policiais militares ajudando na segurança. Agentes estarão ajudando desde a orla de Boa Viagem até o convento, passando pela avenida Domingos Ferreira.

Programação para a terça e quarta-feira da 19ª Festa de Frei Damião:

Terça (30/05)
17h – Padre Célio (Arautos do Evangelho), seguido de Consagração a Nossa Senhora

Quarta-feira (31/05)
17h – Missa com Dom Frei Severino Batista de França (bispo emérito de Nazaré)

*Fonte: Diário de Pernambuco