Governo propõe salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano

Salário Mínimo proposto ultrapassa mil reais

Pela primeira vez, o valor do salário mínimo ultrapassará R$ 1 mil. O governo propôs salário mínimo de R$ 1.002 para o próximo ano, o que representa alta de 5% em relação ao atual (R$ 954). O valor consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2018, apresentado hoje (12) pelos ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e da Fazenda, Eduardo Guardia.

Em 2019, a fórmula atual de reajuste será aplicada pela última vez. Pela regra, o mínimo deve ser corrigido pela inflação do ano anterior medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) de dois anos anteriores.

Em 2017, o PIB cresceu 1%. Para a estimativa de inflação, o governo considerou a previsão de 4% para o índice de inflação que consta do Boletim Focus, pesquisa com mais de 100 instituições financeiras divulgada toda semana pelo Banco Central.

A LDO define os parâmetros e as metas fiscais para a elaboração do Orçamento do ano seguinte. Pela legislação, o governo deve enviar o projeto até 15 de abril de cada ano. Caso o Congresso não consiga aprovar a LDO até o fim do semestre, o projeto passa a trancar a pauta.



Conmebol oficializa COL da Copa América que acontece no Brasil em 2019

Comitê de organização da Copa América no Brasil é formado

Em reunião do Conselho da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) realizada nesta sexta-feira (23), no Uruguai, a entidade oficializou o início dos trabalhos do Comitê Organizador Local (COL) da Copa América 2019, a ser realizada no Brasil. No encontro, que reuniu representantes das dez confederações do continente, foram aprovadas a estrutura organizacional e a matriz de responsabilidades e definidos os primeiros passos operacionais para a preparação do torneio.

O COL será gerido por um Conselho de Administração formado por cinco integrantes, a saber: o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Antônio Carlos Nunes de Lima, o Vice-Presidente da CBF Fernando Sarney, que presidirá o Conselho, o Diretor Executivo de Gestão da CBF, Rogério Caboclo, que será o CEO, além dos ex-jogadores campeões mundiais pela Seleção Brasileira, Cafu e Branco.

Continue lendo