Polícia Federal prende ex-gerente da Petrobras na 39ª fase da Lava Jato

Ex-gerente da Petrobras é preso em mais uma fase da Operação Lava Jato – (Foto: Alana Fonseca/G1)

Do G1 – Um ex-gerente da Petrobras foi preso na 39ª fase da Lava Jato, que nesta terça-feira (28) cumpre seis mandados no Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Federal, o mandado de prisão preventiva de Roberto Gonçalves era para o Rio, mas ele foi preso em Boa Vista, Roraima.

Roberto Gonçalves sucedeu Pedro Barusco como gerente-executivo da área de Engenharia e Serviços da Petrobras, onde atuou no período de março de 2011 a maio de 2012. “Na sucessão do cargo também se passou o bastão da propina”, afirmou o procurador Roberson Pozzobon. Segundo a investigação, Gonçalves usava offshores na China e nas Bahamas para dissipar valores de propina recebidas.

Gonçalves já vinha sendo investigado pela força-tarefa da Lava Jato a partir de apurações internas na Petrobras e também por depoimentos prestador por delatores. Em novembro de 2015, ele havia sido preso temporariamente na Lava Jato. Na época, segundo Pozzobon, Gonçalves negou ter contas no exterior.

Continue lendo