Please enter banners and links.


Saque do abono salarial do PIS 2018/2019 vai até sexta-feira

Os trabalhadores cadastrados no Programa de Integração Social (PIS) têm até sexta-feira (28) para sacar o Abono Salarial do calendário 2018/2019. Os valores vão de R$ 84 até R$ 998, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base 2017.

De acordo com a Caixa, os benefícios, que totalizam R$ 16,9 bilhões, foram liberados de forma escalonada para 22,5 milhões de beneficiários, conforme o mês de nascimento, e agora estão disponíveis para os nascidos em qualquer mês. Até maio, o banco pagou R$ 15,6 bilhões a 20,6 milhões trabalhadores.

Continue lendo



Mais 30 mil trabalhadores potiguares ainda não sacaram abono salarial ano-base 2016

Milhares de trabalhadores ainda não sacaram abono

Último levantamento do Ministério do Trabalho divulgado na sexta-feira, 13, aponta que 31.087 trabalhadores no Rio Grande do Norte ainda não sacaram o abono salarial PIS/Pasep ano-base 2016.

Segundo o órgão, dos 388.153 trabalhadores identificados no estado, 357.066 já receberam o Abono Salarial, o que representa 91,99%. Os valores sacados até agora somam quase R$ 274 milhões. Resta ainda um valor superior a R$ 23 milhões disponíveis a serem pagos.

O Abono Salarial PIS/Pasep exercício 2017/2018 começou a ser pago em 27 de julho de 2017, mas, independentemente do prazo inicial para pagamento dos lotes, a data-limite para o saque vai até o dia 29 de junho.

O Abono Salarial ano-base 2016 é pago a quem estava inscrito há pelo menos cinco anos no PIS/Pasep e trabalhou formalmente por pelo menos um mês naquele ano, com remuneração média de até dois salários mínimos. Além disso, é preciso que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do beneficio é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente no ano-base e varia de R$ 80 a R$ 954. Quem trabalhou durante todo o ano, recebe o valor cheio; quem trabalhou por apenas 30 dias, recebe o valor mínimo, e assim sucessivamente.



Prazo para sacar o Abono ano-base 2015 termina na quinta-feira (28)

Termina na quinta-feira (28) o prazo para que os trabalhadores que têm direito ao Abono Salarial ano-base 2015 saquem o beneficio nas agências bancárias. Cerca de 5,80% de inscritos no PIS e no Pasep, 1,4 milhão de pessoas, não haviam sacado o dinheiro até o fim de novembro.

O Abono Salarial é pago para inscritos no PIS/Pasep há cinco anos ou mais e que trabalharam com carteira assinada por pelo menos 30 dias naquele ano, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é preciso que seus dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Continue lendo



Governo vai liberar pagamento do PIS para trabalhadores nascidos em Setembro

Nesta quinta-feira (14), o Ministério do Trabalho vai liberar o pagamento do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2016 para os trabalhadores nascidos mês de setembro. Segundo dados do próprio ministério, mais de 24 milhões de pessoas terão direito ao saque. Os trabalhadores da iniciativa privada poderão retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou em casas lotéricas. Também a partir dessa data serão pagos o servidores públicos com final da inscrição 2.

Terá direito ao abono quem trabalhou formalmente por pelo menos um mês no ano passado com média de remuneração de até dois salários mínimos. O trabalhador também tem que estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais.

O valor do benefício vai depender do tempo trabalhado em 2016. Quem trabalhou durante todo o ano, terá direito a um salário mínimo, no valor de 937 reais. Quem trabalhou por um mês, por exemplo, vai receber 1/12 do valor. O abono vai ficar disponível para saque até junho do ano que vem, mas a orientação é que os interessados sigam o calendário de saques programados.

Para mais informações, basta ligar no Ministério do Trabalho, no 158, na Caixa Econômica Federal, no 0800 726 02 07, ou no Banco do Brasil, no 0800 729 00 01. Todas as ligações são gratuitas e devem ser feitas de telefone fixo.