RIO GRANDE DO NORTE: Acelerador Linear chegará a três hospitais do estado

Hospitais do RN terão aceleradores lineares

Para aumentar o acesso da população ao tratamento contra o câncer no SUS, o Governo Federal expandiu a distribuição dos aparelhos utilizados nas sessões de radioterapia, conhecidos como aceleradores lineares.  Ao todo serão entregues pelo Ministério da Saúde 140 aceleradores lineares em todo país. O Hospital da Solidariedade, em Mossoró, o Hospital Universitário Onofre Lopes e Hospital Dr. Luís Antônio em Natal estão entre os beneficiados. Cerca de 500 milhões de reais foram investidos para adquirir 100 desses aparelhos, além da realização de projetos e obras. Os outros 40 aceleradores serão adquiridos com recursos de convênios. Essa medida vai garantir a cobertura no Sistema Único de Saúde (SUS) de mais de 70 milhões de brasileiros, como explica o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Continue lendo



Ministro da Saúde anuncia serviço de radioterapia para o HUOL

Ministro anunciou a novidade em evento

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou na tarde desta quarta-feira (27), a inclusão do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), no Plano Nacional de Expansão dos Serviços de Radioterapia do Ministério da Saúde. O hospital que é gerenciado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), receberá um Acelerador Linear que deverá reduzir a demanda reprimida no estado.

De acordo com o ministro Ricardo Barros, o serviço de radioterapia que se instalará com a chegada do acelerador linear ampliará os esforços e o horizonte de tratamento para a população que precisa de atenção especializada. Com o serviço de radioterapia, o hospital oferecerá atendimento integral na especialidade e será referência para o SUS, assim como a Liga Contra o Câncer. O acelerador linear é um equipamento de alta tecnologia que trata o câncer empregando feixe de radiações, constituindo-se como“enorme passo” para a ampliação do serviço de Oncologia.

De acordo com o Instituto nacional do Câncer (INCA), o Rio Grande do Norte tem 5.590 novos casos de câncer por ano, sendo 1.640 novos casos apenas em Natal. Atualmente, o HUOL realiza cerca de 10.500 consultas e 450 cirurgias e procedimentos em oncologia por ano, além de ofertar tratamento quimioterápico para 200 pacientes por mês.



HUOL terá acelerador linear para radioterapia

HUOL terá acelerador linear para radioterapia

O reitor em exercício da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, visitou o Hospital Universitário de Brasília (HUB) nesta quinta-feira, 17, onde conheceu as instalações do acelerador linear que será adquirido pelo Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), em Natal, para realização de radioterapia.

Também participaram da visita o superintendente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber Morais, o superintendente do HUOL, Stênio Gomes, e o diretor assistencial da Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), Murillo Britto.