Polícia Civil prende dois suspeitos de clonar e adulterar veículos em Assú

Placas encontradas na ação policial

A Polícia Civil de Assú em conjunto com a Força Tática e com o Grupo Tático Operacional da Polícia Militar (GTO) prenderam em flagrante, Júlio César de Souza Oliveira, 31 anos, e Elygerson Albano Cortez, vulgo “Fofão”, 27 anos, pelos crimes de receptação e adulteração de sinais identificadores de veículos, nesta segunda-feira (09), no município de Assú.

Auxiliando na ação, a Delegacia de Parelhas, apurou que um veículo roubado no bairro de Ponta Negra, em Natal, teria sido encaminhado para a cidade de Assú. Após diligências feitas pelas equipes locais, foi confirmada a presença do automóvel em uma residência no conjunto Colorado, Zona Urbana do município. Na abordagem foi constatado que a casa onde o carro foi encontrado, era utilizada como oficina para a realização da clonagem e adulteração de veículos. Os suspeitos que estavam no local, Júlio César e Elygerson, possuíam mandados de prisões preventivas em aberto.

Júlio César havia sido preso em 2012, em razão de um roubo a agência dos Correios, da cidade de Ielmo Marinho, e é conhecido por outras práticas dessa natureza. Elygerson Albano foi preso em 2016, autuado por roubos e adulteração de veículos.

Com os suspeitos, a Polícia apreendeu as ferramentas utilizadas para os procedimentos de adulteração e clonagem dos veículos, além de diversas placas de veículos roubados, e o veículo Renault Logan preto, que havia sido roubado no bairro de Ponta Negra, em Natal.



MPRN denuncia homem por feminicídio em Assu

Suspeito foi denunciado pelo Ministério Público em Açú

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) denunciou Daniel Danilo Souza à Justiça potiguar pelo assassinato da ex-namorada dele, Ana Patrícia da Conceição, na zona rural de Açu. O crime foi cometido na madrugada do dia 17 de fevereiro deste ano. Na denúncia, entregue à 3ª vara Criminal da cidade, o MPRN afirma que Daniel Danilo praticou o crime por razão da condição de sexo feminino e em uma situação que se caracteriza como violência doméstica e familiar – características de feminicídio.

Continue lendo



Polícia Civil prende suspeitos por diversos crimes em uma “boca de fumo” na cidade de Açú

Dupla foi presa em Açu

Uma ação conjunta realizada pela Polícia Civil e Polícia Militar da cidade de Açú prenderam em flagrante, na tarde desta quarta-feira (07), José Clério da Silva Castro, vulgo “Clerinho” e Sávio Geneddy Fonseca de Araújo, vulgo “Savinho”, 21 anos, com eles, também foi apreendida uma adolescente de 16 anos. No momento da prisão eles estavam em uma “boca de fumo” no bairro Vertentes.

Na abordagem policial, os suspeitos arremessaram as drogas que estavam no interior do imóvel para os telhados das casas vizinhas. Logo em seguida, um dos indivíduos tentou fuga, e se deparou com os policiais do outro lado do muro. Ele disparou contra as equipes e no confronto foi alvejado.

José Clério que gerenciava a “boca de fumo”, já havia sido preso pelos crimes como tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de armas de fogo, corrupção de menores, e era investigado por homicídio e roubos na cidade. Ele estava foragido da Justiça desde de outubro de 2017. Já Sávio Geneddy, era investigado pelos crimes de tráfico de drogas e roubos, sendo agora autuado pelo crime deassociação para o tráfico.

No local foi apreendido pelos policiais, maconha, crack, dinheiro fracionado, arma de fogo e munições. Os dois suspeitos foram encaminhados ao sistema prisional e ficarão à disposição da justiça.

Material apreendido em Açu