Gilmar Mendes manda soltar Adriana Ancelmo, esposa de Sérgio Cabral

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF) mandou soltar, nesta segunda-feira (18), a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo. De acordo com a decisão, que acatou um pedido de habeas corpus feito pela defesa, a mulher do ex-governador Sergio Cabral deve voltar a cumprir prisão domiciliar.

Adriana Ancelmo está presa na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde estão detidos Sérgio Cabral e o também ex-governador Anthony Garotinho.

Adriana que foi condenada a mais de 18 anos de prisão por associação criminosa e lavagem de dinheiro está no presídio de Benfica, desde novembro, quando o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) determinou que a ex-primeira-dama fosse transferida para o regime fechado. Até então, ela cumpria prisão domiciliar em seu apartamento no bairro do Leblon, zona sul do Rio, por ter filhos menores de idade.