Caicó: Adriano Jorge foi preso por descumprimento de medida protetiva

Adriano Jorge foi preso e deve ser encaminhado para o sistema prisional

No final da manhã desta sexta-feira (26), o caicoense, Adriano Jorge Alves, que atirou contra a sua ex-companheira, Ilma Alves, procurou com o seu advogado Ariolan Fernandes, a Delegacia de Polícia Civil, com o intuito de se apresentar espontaneamente, mas, antes disso, foi detido. É que já existia um mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Luiz Antônio Tomaz do Nascimento, por causa do descumprimento da medida protetiva que o proibindo de se aproximar da vítima (Ilma Alves).

Em contato com o Blog, Ariolan Fernandes disse que realmente levou seu cliente para ser apresentado. Ele também relatou que agendou a apresentação de Adriano para esta quinta-feira. “Eu o levei e o deixei no carro. Entrei na delegacia e fiquei esperando na recepção para ser atendido pelo delegado Leonardo Germano, mas, antes disso, ele foi detido. Eu tinha agendado com o delegado para hoje a apresentação do meu cliente“, contou.

Nas próximas horas, a defesa do acusado vai ingressar na Justiça em primeira instância com pedido de revogação da prisão e se não obtiver êxito vai ao Tribunal de Justiça tentar um habeas corpus.

O Blog também conversou com o delegado Leonardo Germano, titular da DP Municipal de Caicó. Ele disse que realmente, o advogado Ariolan Fernandes, manteve contato na quinta-feira (25). “Na verdade, ele vislumbrou a possibilidade de apresentá-lo, mas, condicionou a cerca da existência de um mandado de prisão expedidoQuando ele me procurou para negociar a apresentação do acusado, não havia mandado, que só foi expedido no final da tarde e recebido depois na delegacia. Hoje, iria haver a apresentação dele, mas, ai a gente descobriu que ele estava escondido dentro de um veículo, nas imediações aqui da delegacia e nisso, os policiais foram lá e efetuaram o mandado de prisão. Então, ele não se apresentou espontaneamente pra gente“, disse o delegado.

Depois de tentar contra a vida da ex-esposa, Adriano Jorge, fugiu de moto e não tinha sido localizado pela polícia. Já, Ilma Alves, está internada em uma unidade hospitalar de Natal, com o seu estado de saúde agravado.

Nas próximas horas, o acusado deve ser encaminhado para o Sistema Prisional, aonde fica a disposição da Justiça.


Caicó: Homem tenta matar ex-mulher com disparos de arma de fogo

Ilma Alves foi baleada pelo ex-companheiro Adriano Jorge – (Foto: Arquivo pessoal)

A Polícia Militar está em diligência pra prender o homem identificado como Adriano Jorge Alves de Medeiros, que efetuou três de disparos de arma de fogo contra sua ex-esposa, Ilma Alves do Nascimento, de 41 anos. O fato aconteceu na Rua Eustáquio José Nogueira, no Bairro Barra Nova, zona oeste de Caicó, na início da noite desta quarta-feira (24), por volta das 18hs30min.

De acordo com relatos da filha de Ilma, Ana Clara, com quem o Blog Sidney Silva conversou, o homem participou junto com sua mãe, nesta quarta, de uma audiência de divórcio e lá teria dito que “não dava a separação e que iria fazer de tudo para atrapalhar”. O acusado residente atualmente na Rua Gerina Vale, no centro da cidade. Ele trabalha em uma casa de vídeo game, também no centro.

A filha disse que ouviu pelo menos dois tiros, mas, constatou-se que ela foi atingida três vezes, sendo dois disparos no tórax e um na cabeça. “Ela foi atingida com três disparos. Eles estavam separados e minha tenta o divórcio. Inclusive, já existe uma medida protetiva que o proíbe de ir na casa de minha avó”, disse.

Foi pedido o socorro e Ilma foi levada para o Hospital Regional aonde passa por atendimento médico.

Depois do ataque, Adriano Jorge, fugiu de moto com destino ainda ignorado.