Família de Adriel Mateus morto em Jardim de Piranhas nega dívida com o tráfico e que fosse membro de facção criminosa

Família de jovem assassinado em Jardim de Piranhas nega envolvimento do mesmo com traficantes

A família de Adriel Mateus Pedro de Brito, de 22 anos, assassinado a tiros na cidade de Jardim de Piranhas, no último dia 30 de abril, entrou em contato com o Blog Sidney Silva e negou que ele tivesse qualquer envolvimento com o mundo das drogas e que pertencesse a facção criminosa Sindicato do RN.

Disseram ainda que ele não era natural de Natal, como nós divulgamos, e sim, de Caicó. Atualmente ele morava em Jardim de Piranhas, por causa do envolvimento com uma mulher conhecida como Xuxa. Disseram ainda que ele morou em Natal por um tempo, mas,  não natural de lá.

Outra negativa da família de Adriel, é que ele fosse envolvido com drogas e que estivesse devendo aos traficantes. “Ele respondeu processo na Justiça, mas, não era traficante. Foi pego com uma porção de maconha, mas, foi só. Ele não tinha dívida com traficantes”, disse o familiar, que não quis se identificar.