Please enter banners and links.


Caern instalará equipamentos para resolver vazamentos em adutora

Uma reunião com representantes do Dnocs e Caern ocorrida em Caicó na tarde desta quarta-feira (17), acertou os detalhes da resolução do problema de vazamento da adutora emergencial que atualmente abastece à cidade com água da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves.

De acordo com o que ficou acertado, a Caern vai instalar bombas de retenção na adutora e isso deve parar com os vazamentos. A previsão de retorno do abastecimento continua podendo ser até a próxima segunda-feira (22).



Adutora voltou a funcionar e Caern já abastece alguns bairros de Caicó

Reparos na adutora emergencial foram concluídos e Caern volta a abastecer bairros de Caicó

A adutora emergencial de Caicó, que tinha sido ligada oficialmente na segunda-feira, dia 8 e paralisada por causa de um vazamento na tubulação que passa próximo à Jucurutu, voltou a funcionar na tarde desta quinta-feira (11).

De acordo com Rosi Gurgel, gerente-regional da Caern, o serviço de reparo na encanação foi concluído e a adutora religada às 16hs. Ela informa ainda que os bairros que estão sendo abastecidos até a manhã deste sábado (13), são: Paraíba, Boa Passagem (da Ponte Velha até o Cemitério) e parte dos bairros, Acampamento, Barra Nova e Centro.

O rodízio que antes era para 30 dias, foi descartado e será refeito. Nos próximos dias, a Caern vai anunciar os novos períodos com água em Caicó.



Adutora Manoel Torres será desligada e cidades ficarão sem água por 24hs

Adutora Manoel Torres será desligada no domingo, dia 07 e passará 24hs parada

Em virtude da severa estiagem que atinge o nosso Estado, as cidades de Caicó, Jardim de Piranhas, São Fernando e Timbaúba dos Batistas terão uma interrupção no fornecimento de água durante 24 horas neste domingo (07). A parada terá início às 5h, momento em que a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) interromperá o bombeamento na Adutora Manoel Torres.

O fornecimento de água será retomado na segunda-feira (08), com o bombeamento para todas as cidades atingidas. Com a medida, a Caern espera racionar a água que ainda tem disponível para prolongar o abastecimento.

A empresa ressalta que nos próximos dias novas mudanças devem ocorrer no abastecimento da região com a entrada em operação da Adutora Emergencial de Caicó que está sendo testada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).



Vivaldo cobra conclusão de adutoras no Seridó

Vivaldo cobra conclusão de adutoras no Seridó

Preocupado com a crise hídrica em vários municípios da região Seridó, o deputado Vivaldo Costa (PROS) se pronunciou em plenário, na manhã desta quinta-feira (30), cobrando a conclusão das obras de adutoras ao Governo Federal. O deputado afirmou que os prazos não foram cumpridos.

“A conclusão das obras da adutora de engate rápido foi uma garantia do então Ministro da Integração, Gilberto Occhi, quando esteve em nosso Estado. Ele se comprometeu, afirmando publicamente que até o final de fevereiro passado estariam entregues, mas a população continua aguardando”, criticou Vivaldo.

Continue lendo



Adutora Manoel Torres será paralisada para interligação de Adutora Emergencial

A Adutora Emergencial de Caicó, construída pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), será interligada à Adutora Manoel Torres. Para isso, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), atendendo solicitação do órgão, vai paralisar a adutora, localizada em Jardim de Piranhas, a partir desta quarta-feira (15), por um período de 72 horas.

Com a suspensão temporária da operação na Adutora Manoel Torres, ficarão sem abastecimento de água os municípios de Caicó, São Fernando e Timbaúba dos Batistas.

O mesmo procedimento já está sendo realizado para interligar a Adutora Emergencial à Adutora Serra de Santana, que atende cinco cidades e comunidades rurais da região Seridó.

Depois da interligação nas duas adutoras, será iniciada a fase de testes, que também terá o acompanhamento da Caern.

A Adutora Emergencial de Caicó é um empreendimento que está sendo totalmente executado pelo DNOCS, tendo a CAERN disponibilizado pessoal técnico para acompanhamento da obra.

A operação da adutora pela CAERN ocorrerá depois que o sistema estiver totalmente concluído e testado. Com a adutora testada e funcionando, o empreendimento passará a integrar o sistema de abastecimento de água operado pela companhia na região Seridó.



Adutora Serra de Santana será paralisada para interligação de Adutora Emergencial

Adutora Serra de Santana será paralisada para interligação de Adutora Emergencial – (FOTO: Marcos Dantas)

A Adutora Serra de Santana, localizada na região Seridó do Estado, será paralisada por 48 horas, a partir da próxima terça-feira (14). A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) atende a solicitação do Departamento Nacional de Obras contra as Secas (DNOCS), que deve executar a interligação da Adutora Serra de Santana com a nova Adutora Emergencial que está construindo em Caicó.

A paralisação do sistema vai suspender o abastecimento nas cinco cidades atendidas pela Serra de Santana: Florânia, Tenente Laurentino Cruz, Lagoa Nova, São Vicente, Bodó. A parada também afetará comunidades rurais abastecidas pela adutora.

A interligação vai permitir que sejam feitos testes no sistema. O trecho interligado vai da Unidade de Bombeamento (booster) 1, localizada a dez quilômetros de Jucurutu, até a Unidade de Bombeamento 2, que fica na localidade de Lajinha, na zona rural de Caicó.

A Adutora Emergencial de Caicó é um empreendimento que está sendo totalmente executado pelo DNOCS, tendo a CAERN disponibilizado pessoal técnico para acompanhamento da obra.

A operação da adutora pela CAERN ocorrerá depois que o sistema adutor esteja totalmente concluído e testado, quando então deverá ser formalizado o compromisso para a operação e manutenção da adutora pela companhia, através de termo de recebimento da obra ou convênio.

Com o sistema testado e funcionando, o empreendimento passará a integrar o sistema de abastecimento de água operado pela companhia na região Seridó, reforçado com a nova adutora.



Caern aguarda liberação de adutora emergencial de Caicó para realizar testes

Caern aguarda liberação de adutora emergencial de Caicó para realizar testes – (Foto: Marcos Dantas)

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) esclarece que ainda não recebeu, oficialmente, a adutora emergencial de Caicó que está sendo concluída pelo Departamento Nacional de Obras contra a Seca (DNOCS). A informação recebida pela área técnica da empresa consta que a obra não está concluída, pois ainda faltam a interligação com a Adutora Manoel Torres e a montagem eletromecânica dos dois boosters (algo semelhante a uma bomba).

A Caern informa, também, que antes do recebimento oficial da adutora precisará realizar testes para se certificar de todas as especificações técnicas do equipamento. O prazo médio desta etapa é de quinze dias. Caso esteja tudo em condições adequadas, a Companhia fará o recebimento oficial. Assim, se após o carnaval a adutora for liberada pelo DNOCS e estiver dentro dos padrões estabelecidos, será colocada em operação pela Caern em meados de março. Ainda sobre a obra, a empresa reconhece a finalização em um tempo razoável.

A Caern esclarece que está sempre buscando atender a população da melhor maneira possível, se colocando como parceira dos órgãos que possam contribuir para o abastecimento do potiguar.



DNOCS promete concluir Adutora Emergencial de Caicó até o final deste mês

Dnocs afirma que adutora ficará pronta no prazo determinado – (Foto: Marcos Dantas)

Marcos Dantas destaca em seu Blog que a previsão do DNOCS é concluir a adutora emergencial de Caicó até o final deste mês de fevereiro. A informação foi confirmada pelo diretor-geral do órgão, Ângelo Guerra durante entrevista ao Panorama 95 (Rural FM) desta terça-feira (14).

A gente percebeu, diante de algumas simulações feitas pela ANA, que Coremas não daria para abastecer até o final de março, e por segurança, foi feito um pedido formal para que antecipássemos essa conclusão”, disse.

Ângelo também deixou claro que a adutora, logo quando estiver concluída entrará imediatamente em operação. “Uma adutora dessa, a gente precisaria ter pelo menos uns 60 dias de operação de teste, mas pela necessidade da população vamos colocá-la imediatamente em operação”.

Apesar da construção estar sob o controle do DNOCS, a operação ficará a cargo da Companhia de Águas e Esgotos do RN. Através de sistema de rodízio, a intenção é que a adutora atenda de forma emergencial os municípios de Caicó, São Fernando e Timbaúba dos Batistas.



MPF em Caicó quer assegurar conclusão de adutora

O Ministério Público Federal (MPF) em Caicó ingressou com um ação civil pública, com pedido de liminar, para que o Departamento Nacional de Obras contra a Seca (Dnocs) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) adotem todas providências necessárias para pôr em prática a desapropriação (formalizada desde 1976) de uma área particular, cuja ocupação vem impedindo a continuidade das obras da adutora Serra de Santana/Caicó.

O MPF alerta para o iminente colapso no abastecimento hídrico de Caicó e de algumas cidades vizinhas (Jardim de Piranhas, São Fernando e Timbaúba dos Batistas), previsto para ocorrer até o próximo mês de março, e a necessidade urgente da conclusão do novo sistema adutor, que deveria começar a funcionar agora em fevereiro e é apontada como a principal alternativa atualmente existente, no sentido de evitar o completo colapso na região.

A desapropriação da área, um trecho da BR 226 entre os Kms 242 e 244 (nos limites de Jucurutu e Florânia), ocupada atualmente por Sebastião Célio Filho, foi consolidada em dezembro de 1976, mas nunca foi executada materialmente. Continue lendo



Nível de água na captação em Jardim de Piranhas cai e Caern endurece rodízio em Caicó

O açude de Mãe D’Água está atualmente com 27 milhões, 739 mil e 968 metros cúbicos de água. A leitura é desta segunda-feira (23). Isso representa, 4,9% de sua capacidade total que é de 567 milhões, 999 mil e 136 metros cúbicos de água.

Atualmente, o reservatório, abastece 26 cidades no estado da Paraíba e 4 no Rio Grande do Norte, sendo Caicó, Jardim de Piranhas, São Fernando e Timbaúba dos Batistas. Inclusive, isso acontece, porque a Caern através do Governo do Estado do RN, realizou obra orçada em cerca de 600 mil reais no açude. Mas, ao longo do leito do rio, de lá, até a cidade de Jardim de Piranhas, aonde acontece a captação da adutora Manoel Torres, muitos são os obstáculos existentes. Exemplo: a construção de barramentos e desvios para particulares. Com isso a água não chega em Jardim de Piranhas, ou pelo menos, chega com a vasão menor do que o previsto.

A baixa na quantidade de água que chega na cidade potiguar, fez com que a Caern elaborasse um novo rodízio para abastecer a população em Caicó. Os bairros das zonas, Norte e Leste, terão água durante uma semana, de segunda a sexta-feira. No sábado e no domingo, a adutora é desligada. Na semana seguinte, no mesmo período, são abastecidas as Zonas, Oeste e Sul, e assim sucessivamente.

A obra da adutora que levará água da serra de Sant’Ana que capta na Barragem Armando Ribeiro, está em andamento e com um cronograma considerável satisfatório, mas, muito provavelmente, não ficará pronta antes que Mãe D’Água seque.

Em Jardim de Piranhas, de acordo com informações repassadas ao Blog Sidney Silva, pela Caern, o nível no local de captação tem caído cerca de 4 centímetro por dia. Com o desligamento da adutora no final de semana, a água não aumentou na mesma proporção. O ganho foi de apenas 1 centímetro, situação que preocupa.

A diretora da Caern, Rosi Gurgel, disse também ao Blog Sidney Silva, que se continuar como está, no carnaval a cidade estará desabastecida completamente de água.