Agentes de endemias se preparam para fazer Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti em Caicó

LIRAa será realizado em Caicó

A partir da próxima semana, os agentes de endemias da Secretaria de Saúde de Caicó darão início ao Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti – LIRAa. Quem confirmou a informação ao Blog Sidney Silva, nesta sexta-feira (09), foi o coordenador do Centro de Controle de Zoonozes, Luciélio Henrique.

O levantamento estava suspenso pelo Ministério da Saúde desde 2020, por causa da pandemia do novo coronavírus. Mas, o órgão emitiu uma nota técnica determinando a realização das ações com a possibilidade de os Municípios mandarem ou não, as equipes a campo.

O mosquito Aedes aegypti transmite as doenças Dengue, Zika e Chikungunya e desde que a pandemia foi declarada, os índices de infestação predial não eram levantados.


Cai o índice de infestação do Aedes Aegypti em Caicó

O Supervisor Geral de Endemias no Município de Caicó, Luciélio Henrique, confirmou nesta terça-feira (26), que foi concluído o 4º Ciclo do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), realizado de 03 a 09 de novembro. Os agentes de Endemias constataram que houve uma queda no índice de infestação predial do mosquito transmissor de doenças como a Dengue, Zica e Chikungunya.

Para a nossa grata surpresa e depois de muito trabalho, a equipe de endemias conseguiu baixar o índice de infestação predial, que no ciclo anterior era de 13,9% e caiu para 4,4%. Atribuo esse resultado aos agentes de endemias através da secretaria municipal de Saúde, o apoio da gestão Batata e também contamos com a parceria da IV URSAP com a vinda do carro fumacê e a ajuda de boa parte da população”, disse Luciélio Henrique.

Ele explica ainda que o setor mais crítico em relação a infestação da dengue é na zona Oeste, mas com um trabalho de conscientização e outras estratégias junto à comunidade, o setor de endemias espera que a referida área tenha um controle melhor para que os índices de infestação baixem a cada ciclo realizado. E uma das principais medidas de prevenção desse vetor é acabar com o mosquito Aedes aegypti, mantendo a residência, terrenos baldios, comércios, borracharias, dentre outras localidades, sempre limpo e eliminando os possíveis criadouros.


Secretaria de Saúde articula estratégias de combate ao Aedes aegypti em Caicó

Secretaria de Saúde articula estratégias de combate ao Aedes aegypti em Caicó

Nesta segunda-feira (19), a secretaria municipal de Saúde reuniu no auditório do Centro Administrativo os agentes de endemias, técnicos da IV URSAP e outros setores da saúde para apresentar o resultado do LIRAa (Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti) e, ao mesmo tempo, traçar estratégias de combate ao mosquito Aedes aegypti para reduzir o índice de dengue no município de Caicó.

Pelo levantamento feito nos bairros de Caicó, ficou constatado que a cidade está com um índice de infestação predial de 17,7% e no índice geral, a infestação cai para 12,9%, englobando também o trabalho realizado na Palma, Laginhas e Perímetro Irrigado Sabugi Vilas I e II. “Estamos preocupados com esses números, pois o índice de infestação da dengue aumentou, principalmente nas zonas Norte e Oeste. O ano passado o índice foi de 6,8% nesse período. É preciso que a população colabore e faça sua parte, mobilizando as pessoas para eliminar a água parada, ajudando, assim, a combater os focos que podem virar criadouro do Aedes aegypti nas residências”, disse a secretária municipal de Saúde, Sandra Brilhante.

Continue lendo


Estados brasileiros têm Dia Nacional de Combate ao Aedes aegypti

Diversas ações de combate ao mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya serão realizadas em todo o país, nesta sexta-feira (8). É o Dia Nacional de Combate ao Mosquito, que faz parte da agenda permanente do Governo Federal Sexta Sem Mosquito. Durante a ação, ministros e autoridades visitarão diferentes estados e participarão de mutirões e oficinas voltados para a prevenção e combate ao Aedes aegypti.

O objetivo das mobilizações é incentivar que mutirões sejam realizados todas as sextas-feiras, em órgãos públicos, escolas, residências, unidades de saúde, canteiros de obras e outros locais.

Continue lendo