Please enter banners and links.


Operação conjunta investiga esquema de agiotagem e lavagem de dinheiro em Carnaúba dos Dantas

Na manhã desta quinta-feira, (08), a Polícia Civil, com o apoio do GAECO do Seridó e da Polícia Militar, deflagrou a Operação CRIME E CASTIGO que visa desbaratar um esquema de agiotagem e lavagem de dinheiro na cidade de Carnaúba dos Dantas/RN.

A investigação teve início após a Polícia Civil receber relatórios reportando movimentações suspeitas de aproximadamente R$ 35.000.000,00 (trinta e cinco milhões de reais) entre os anos de 2014 e 2018.

Na manhã de hoje, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Acari, contra os dois suspeitos de encabeçar o esquema criminoso e outras 07 pessoas, além de uma empresa, suspeitas da atuarem como laranjas para lavagem do dinheiro.

Além das buscas, o Poder Judiciário determinou ainda o sequestro dos bens dos suspeitos, com o bloqueio de todas as suas contas bancárias.

Participaram da operação 05 delegados de Polícia, 15 policiais civis, 20 policiais militares, 03 promotores de Justiça e 03 servidores do MP.

As investigações terão continuidade na Delegacia de Polícia Civil de Acari, encarregada do caso.

A agiotagem (empréstimo de dinheiro a juros) é crime, com pena de até 02 anos de prisão. Já a lavagem de dinheiro pode render até 10 anos de reclusão aos envolvidos.



Delegacia de Assú prende aposentado suspeito de realizar agiotagem

Aposentado suspeito de realizar agiotagem é preso em Assu – (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Uma equipe de policiais civis da Delegacia Municipal de Assú prendeu em flagrante, na quarta-feira (01), o professor aposentado João Batista Guilherme pelo crime contra a economia popular conhecido como “agiotagem”. O suspeito se apoderava dos cartões de contas bancárias das vítimas com as suas respectivas senhas para garantir o pagamento dos valores devidos.

Na ação policial o suspeito foi flagrado, na fila de um banco local da cidade, após ter sacado parte dos valores devidos de algumas vítimas e aguardava para realizar novos saques. Ele estava com dezenas de cartões de contas bancárias, alguns deles de benefícios de idosos, além de uma quantia de R$ 10.055,00 (dez mil e cinquenta e cinco reais). A Polícia chegou até o suspeito com a ajuda da população que fez denúncias anônimas pelo 181.

O titular da DP de Assú ouviu algumas das vítimas, identificadas nas investigações, que confirmaram o crime. Policiais apreenderam com o suspeito vários cheques, dentre eles um de R$ 100.000,00 (cem mil reais) e anotações, corroborando a prática criminosa, além de veículos que estavam em nome de terceiros.