Onze suspeitos de assalto a banco morrem em confronto com a polícia em Alagoas

Caminhonete que estava em poder do bando tinha placas QGL-7945, de Natal

Uma operação deflagrada pela Polícia Civil terminou com 11 mortos, nesta quinta-feira (8), no Sertão de Alagoas. De acordo com informações da polícia, o grupo é acusado de cometer assaltos a bancos na região.

As investigações da Seção de Roubo a Banco (Serb), unidade da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), apontam que os suspeitos seriam os autores do assalto a uma agência do Bradesco na cidade de Águas Belas, em Pernambuco.

Armas apreendidas na ação

O grupo, ainda segundo a polícia, estava em uma casa no município de Santana do Ipanema. Os suspeitos teriam reagido a abordagem da polícia. A operação, batizada como Cavalo de Tróia, foi coordenada pelos delegados Fábio Costa, Cayo Rodrigues e Thiago Prado e contou com o apoio do Grupamento Aéreo.

No local, os policiais apreenderam dois fuzis, metralhadoras, balaclavas, munições e explosivos. Um carro que seria utilizado nos crimes, também foi apreendido. Mais informações serão divulgadas em uma coletiva nesta sexta-feira (9).

Assalto em Água Belas

Na madrugada desta quinta-feira (8), criminosos invadiram e explodiram uma agência do Bradesco, em Águas Belas, Agreste. De acordo com a Polícia Militar de Pernambuco, os assaltantes estavam armados e chegaram ao local em duas caminhonetes.

Ainda de acordo com informações da polícia, eles efetuaram vários disparos de arma de fogo pelas ruas da cidade antes de cometerem o crime.

*Fonte: Gazeta Web



Jornada Norte-Nordeste de Reumatologia discute doenças crônicas e longevidade

Promovida pela Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) e a Sociedade Alagoana de Reumatologia,  a XXIV Jornada Norte Nordeste de Reumatologia (15 de março,  Maceió/AL) terá como um dos temas centrais as doenças reumáticas crônicas e longevidade.  Segundo o presidente da SBR, Dr. Georges Christopoulos, “várias das doenças reumáticas são crônicas e com a maior longevidade, precisamos estudar mais como tratar os idosos, mantendo sua qualidade de vida por mais tempo”.

São mais de 100 as doenças que podem ser consideradas “reumáticas” – doenças inflamatórias crônicas, que se caracterizam por inchaço e dor nas articulações, que podem levar à incapacidade de realizar tarefas rotineiras. “A maioria das doenças reumáticas têm tratamento, que podem manter a qualidade de vida do paciente por mais tempo, desde que diagnosticadas precocemente e tratadas adequadamente”, completa Dr. Christopoulos. Estão entre as doenças reumáticas, as artrites, fibromialgia, lúpus, entre outras.

A Jornada Norte Nordeste vai até 18 de março e espera receber mais de 400 participantes, entre médicos, outros profissionais de saúde e estudantes de graduação e pós-graduação.  Na programação,  debate sobre novos estudos clínocos e avanços no diagnóstico e controle das doenças reumáticas. Para mais informação, acesse reumatologia.org.br