Aldeias Infantis SOS desenvolve ação contra o Trabalho Infantil em Caicó

Ação aconteceu na cidade de Caicó

A equipe técnica das Aldeias Infantis SOS Brasil, em Caicó, realizaram uma ação educativa no centro da cidade com o objetivo de conscientizar a população contra o Trabalho Infantil. As pessoas receberam máscaras personalizadas com logomarca das Aldeias e da campanha de combate ao Trabalho Infantil. Para evitar aglomerações, a equipe foi orientada manter o distanciamento social por causa das medidas de proteção contra o Covid-19.

Essa ação visa conscientizar a sociedade dos malefícios do Trabalho Infantil e manter um estado permanente de mobilização da Rede de Proteção para o enfrentamento dessa violação de direitos de crianças e adolescentes que precisa ser combatida e erradicada. A nossa sociedade, infelizmente, ainda cultiva essa prática de explorar as nossas crianças e adolescentes. Precisamos combater esse mal”, destacou Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS Brasil.

Com o slogan “COVID-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do trabalho infantil”, a campanha nacional está alinhada à iniciativa global proposta pela OIT. O objetivo é conscientizar a sociedade e o Estado sobre a necessidade de maior proteção dessa parcela da população, com o aprimoramento de medidas de prevenção e combate ao trabalho infantil, em especial diante da vulnerabilidade socioeconômica resultante da crise provocada pelo novo coronavírus.


Aldeias Infantis SOS Brasil segue engajada no combate ao COVID-19

Campanha das Aldeias está beneficiando pessoas em situação de vulnerabilidade social

A Aldeias Infantis entregou cartões alimentação para 70 famílias em situação de vulnerabilidade social, em Caicó. Desde o início da pandemia, a SOS já beneficiou 230 famílias com cestas básicas, material de proteção e cartão alimentação, garantindo itens básicos para famílias que se encontram em situação crítica no momento.

Lançada pela Aldeias Infantis SOS Brasil no início de abril, a campanha #SOSPrecisamosContinuar vem mobilizando recursos financeiros e materiais em seu Fundo de Emergência Humanitária. O Fundo visa ampliar o atendimento da organização a centenas de famílias que se viram sem renda durante a pandemia do novo coronavírus e garantir a manutenção dos projetos já em curso, como o acolhimento de mais de 500 crianças e adolescentes, e o apoio às mais de 2 mil famílias atendidas pela organização, incluindo as venezuelanas em refúgio.

O Gestor de Aldeias Infantis SOS Brasil, Júnior Santiago, disse

queremos contribuir fortemente na segurança alimentar das famílias em extrema vulnerabilidade. Esperamos que as pessoas possam se engajar com as suas doações para que nossa campanha alcance a meta e esta seja traduzida em alimento na mesa das famílias. Portanto, nós temos uma página específica para Caicó que as pessoas podem doar qualquer valor que será direcionado para a instituição aqui no município”.

Em Caicó, faça sua doação através do seguinte endereço eletrônico:  doe.aldeiasinfantis.org.br/caico

#VaiFicarTudoBem #FicaEmCasa #SOSPrecisamosContinuar


Aldeias Infantis SOS lança Campanha Nacional no Brasil

As Aldeias Infantis SOS lançou esta semana, no Brasil, a Campanha Nacional #SOSPrecisamosContinuar, voltada para a captação de recursos, financeiros e materiais, neste momento de emergência. Na imagem acima você poderá ter um preview da identidade da Campanha, que será veiculada em nosso site e redes sociais.

Para dar suporte a campanha, foi criado também uma página que reúne conteúdos sobre como a Organização está enfrentando os desafios da Covid-19, dicas de prevenção e orientações para viver, da melhor maneira possível, o isolamento social em família.

“Neste momento de Pandemia em que estamos passando, precisamos, ainda mais, da colaboração e compreensão dos brasileiros. Aqui em Caicó, por exemplo, temos muitas famílias em situação de extrema vulnerabilidade que precisa da ajuda das pessoas. Por isso, contamos com a sua ajuda para oferecermos dignidade nesse momento de crise humanitária”, destacou Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS no RN.

Em Caicó, faça sua doação através do seguinte endereço eletrônico: doe.aldeiasinfantis.org.br/caico

Você pode conferir todo o conteúdo por meio deste link: https://www.aldeiasinfantis.org.br/coronavirus

Confira o Texto oficial da Campanha:

#SOSPrecisamosContinuar

A Aldeias Infantis tem como missão garantir um futuro digno para milhares de crianças e adolescentes em todo o mundo e sabe da importância fundamental das famílias para o pleno desenvolvimento desses jovens. Mas neste momento o futuro não pode esperar!

O que se apresenta diante dessas famílias hoje é uma Emergência Social. E nós não podemos deixá-las desamparadas. Um grande número de vidas está em risco e, por isso, precisamos dar uma resposta rápida e eficaz.

Para poder agir rapidamente, estamos criando o Fundo de Emergência Humanitária, em uma campanha nacional para arrecadação de recursos financeiros e materiais. Desde o dia 20 de março, as doações recolhidas nas ruas, que representavam 85% dos recursos doados para a Aldeias Infantis SOS Brasil, foram paralisadas. Mas acreditamos no poder da solidariedade e confiamos no apoio da sociedade brasileira neste momento de adversidade.

Por isso, ​​queremos ampliar nosso atendimento e apoiar outras milhares de famílias vulneráveis, nas 31 localidades em que atuamos no país. ​Mas para isso dependemos da sua ajuda, pois a quantidade de famílias atendidas dependerá exclusivamente da quantidade de recursos arrecadados.

Além do suporte psicossocial, precisamos levar ajuda humanitária a essas famílias. E isso inclui assistência material como cestas básicas, kits de higiene e uma série de outras ações que garantam a sobrevivência das populações mais atingidas pela crise do coronavírus.

Nossos profissionais têm, ainda, a necessidade urgente de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para continuar prestando atendimento dentro dessas comunidades, sem oferecer riscos para eles e para essa população extremamente vulnerável.

O Fundo de Emergência Humanitária vai garantir também a manutenção dos projetos já em curso, como o acolhimento de mais de 500 crianças e adolescentes em nossas 59 Casas Lares de norte a sul do país, e a continuidade do apoio às mais de 2 mil famílias já atendidas pela organização, incluindo as venezuelanas em refúgio. Contamos com vocês para superarmos essa crise. #SOSPrecisamosContinuarMais do que nunca, é hora de nos unirmos, use a #SOSPrecisamosContinuar, compartilhe as publicações e nos ajude a chegar ainda mais longe.

#VaiFicarTudoBem #FicaEmCasa


Em Caicó, entidades apresentam plano de ação para prevenção e redução da droga

Reunião aconteceu em Caicó

O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas – COMUD e o Comitê Técnico de elaboração do Plano Municipal de Políticas Sobre Drogas estiveram reunidos na tarde de sexta-feira (06), para a apresentação do conteúdo referente aos eixos norteadores e o plano de ação. A reunião aconteceu no auditório das Aldeias Infantis SOS Brasil, em Caicó.

A reunião foi bastante proveitosa e profícua para o processo de construção do plano municipal. O conselho municipal compõem o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas – SISMUD, e tem como objetivo pautar políticas públicas sobre drogas, com a participação de todos os segmentos sociais do município, de modo a afirmar que sejam exitosas as ações a serem desenvolvidas no âmbito da redução e da prevenção da demanda de drogas”. Destacou o presidente do Conselho, Santiago Júnior.

O Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Caicó – COMUD, criado pela Lei nº 4.523, de 23 de dezembro de 2011, constitui-se como órgão normativo, deliberativo, e de natureza paritária, no âmbito do município de Caicó, integra a ação conjunta e articulada de todos os órgãos de níveis federal, estadual e municipal que compõem o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas – SISNAD, de que trata a Lei Federal n.º 11.343/2006. Vinculado à Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e Assistência Social.


Aldeias Infantis SOS estimula ações de cidadania entre jovens no Nordeste

Jaianne é uma jovem de ação. Aos 17 anos, ela queria fazer algo, por mais simples que fosse, que transformasse o meio que ela vive em Caicó, município de 70 mil habitantes no interior do Rio Grande do Norte.

A jovem foi uma das selecionadas para o “Projeto Sonhar: Planejando Vidas”, realizado pela Aldeias Infantis SOS Brasil em parceria com a Fundación Mapfre. A inciativa, também implementada em Araçoiaba e Igarassu (PE) e João Pessoa (PB), promove a autonomia e qualificação de jovens para o mercado de trabalho, com foco no seu desenvolvimento, fortalecimento familiar e comunitário.

Continue lendo

Em parceria com o Canal Futura, Aldeias Infantis SOS realiza capacitação em Caicó

Capacitação aconteceu em Caicó

As Aldeias Infantis SOS de Caicó realizou nestes dias 19 e 20/09 a capacitação e formação do projeto Crescer Sem Violência. O projeto é fruto de uma parceria entre Aldeias Infantis SOS e o Canal Futura, que teve o apoio da Prefeitura Municipal de Caicó. A formação aconteceu no auditório do Centro Administrativo e teve o objetivo de disseminar informações de qualidade e metodologias de enfrentamento as diferentes formas de violência sexual contra crianças e adolescentes.

A capacitação foi ministrada por Ana Amélia, consultora do Canal Futura, e contou com a participação de membros da rede de proteção à criança e ao adolescente do município. “A formação foi pautada na educação sexual para que a partir daí possamos pensar em estratégias de proteção de crianças e adolescentes contra a violência sexual, que só cresce no Brasil. A ideia do projeto trazer reflexões e materiais pedagógicos em áudio visual para que os profissionais saiam pensando em projetos para desenvolver nos seus locais de trabalho”, explicou a consultora.

De acordo com ela, existem uma demanda no município de Caicó que pode ser trabalhada. “Percebemos que aqui em Caicó existe uma vontade muito grande de se fazer, de trabalhar o tema, mas existe uma resistência por causa da cultura, por causa do machismo, porém existe uma demanda e uma necessidade de que saúde, educação e assistência possam se encontrar mais e que tenham mais ações. Ficou nítido a vontade dessa rede ficar mais unida”, ressaltou.

Para Júnior Santiago, gestor das Aldeias Infantis SOS, “Foi mais um passo importante que a rede de proteção deu no combate a violência contra crianças e adolescentes. A capacitação é um dos pilares desse crescimento e vamos avançar com mais ações nessa perspectiva de combater a violência contra nossas crianças e adolescentes”, finalizou.


Aldeias Infantis e Casa do Empresário finalizam construção do Centro Multiuso em Caicó

Centro de Multiuso das Aldeias Infantis SOS

As Aldeias Infantis SOS em parceria com a Casa do Empresário está na fase de finalização da construção do Centro Multiuso do bairro Frei Damião. A construção vai servir para o desenvolvimento de projetos comunitários das Aldeias com as famílias do bairro. A obra está fase de acabamentos e tem previsão de conclusão para o primeiro trimestre do próximo ano.

Continue lendo


Aldeias Infantis oferta cursos de geração de renda em bairros da cidade de Caicó

Aldeias infantis SOS de Caicó

As Aldeias Infantis SOS estão oferecendo cursos de manicure e maquiagem para mulheres dos bairros João Paulo II, Nova Descoberta e Castelo Branco, bairros das zonas leste e oeste da cidade de Caicó. O objetivo é fortalecimento da geração de renda das famílias dos bairros. Os cursos acontecem durante o dia nos centros de multiuso das aldeias nos respectivos bairros.

Continue lendo


Venezuelanos chegam à Caicó na quarta, dia 3 de outubro

A chegada dos refugiados venezuelanos à Caicó vai acontecer no próximo dia 3 de outubro, às 19hs na Aldeias Infantis SOS.

A informação foi confirmada pelo presidente da instituição, Júnior Santiago, que recebeu feedback do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados – Acnur.

Os venezuelanos vem em um avião da FAB até São Gonçalo do Amarante/RN e de lá seguem de ônibus para Caicó sob escolta do Exército Brasileiro.


Júnior Santiago participa de encontro sobre a situação da criança e adolescente foi realizado em João Pessoa

Júnior Santiago participou de evento em João-Pessoa

As Aldeias Infantis SOS Brasil, organização humanitária internacional, em comemoração aos seus 50 anos de presença no Brasil e 30 em João Pessoa realizou o “I Encontro sobre a Situação da Criança e Adolescente de João Pessoa – Qualidade é o que conta!”, ontem, dia 30 de agosto, em João Pessoa (PB). No evento, foram apresentados dados sobre o nível de vulnerabilidade de comunidades, famílias e crianças no município, com o objetivo de reverter essa situação.

Muito embora existam políticas públicas de proteção a crianças e adolescentes, o poder público e a sociedade ainda apresentam dificuldades no que se refere a sua implementação efetiva para promover um impacto real na vida das crianças, adolescentes e suas famílias. Por isso, o tema de convocação para o debate é “Qualidade é o que conta!”.

Os dados tem como base um diagnóstico realizado pela organização em 2016 no município, que analisa três eixos interconectados: o desenvolvimento socioeconômico e cultural do município; a atuação do sistema de garantia de direitos de crianças e adolescentes e; a realização de serviços diretos ou indiretos realizados no território.

Continue lendo


Aldeias Infantis SOS Brasil foi eleita entre as 100 melhores ONGs do Brasil

Aldeias Infantis SOS Brasil foi eleita entre as 100 melhores ONGs do Brasil

A Aldeias Infantis SOS Brasil é uma das 100 Melhores ONGs do Brasil em 2017. Quem diz é o guia inédito organizado pelo Instituto Doar e pela Revista ÉPOCA, cujo resultado foi apresentado no dia 7 de agosto, em São Paulo. A iniciativa tem como objetivo reconhecer e aumentar a legitimidade e reputação dessas organizações que, por meio de doações, “realizam projetos e transformam a sociedade e o meio-ambiente”.

Nesta primeira edição do Guia, 1.560 organizações foram inscritas. Para chegar às mais transparentes, eficientes e com boas práticas de governança, foi criada uma comissão julgadora com representantes da Revista ÉPOCA, do Instituto Doar e do Centro de Estudos em Administração Pública e Governo da Fundação Getulio Vargas.

Eles avaliaram cinco princípios gerais: causa e estratégia, representação e responsabilidade, gestão e planejamento, estratégia de financiamento, e comunicação e prestação de contas. “Nosso objetivo é incentivar a dedicação de quem está fazendo um bom trabalho“, diz Marcelo Estraviz, presidente do Instituto Doar.

Para a gestora nacional da Aldeias Infantis SOS Brasil, Sandra Greco, a inclusão da organização no Guia mostra que ela segue em um caminho virtuoso. “Nosso compromisso com o desenvolvimento infantil perpassa nossa preocupação com as melhores práticas programáticas e gestão. Ficamos muito felizes com o reconhecimento ao participar do Guia”, agradece.


Consultor Plínio Eng ministra palestra para Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente de Caicó

Consultor Plínio Eng ministra palestra para Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente de Caicó

O renomado consultor brasileiro Plínio Eng estará em Caicó nos próximos dias 09 e 10/05 para ministrar palestra no Workshop organizado pela Aldeias Infantis SOS Brasil. Com o tema: “Desafios, Vantagens e Ferramentas para o Trabalho em Rede: Articular, Mobilizar e Engajar para a construção do Diagnóstico“, tem o sentido de suprir a necessidade de se fortalecer as redes de atenção, proteção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes, tanto no âmbito municipal quanto regional para o início do processo de construção do Diagnóstico Municipal da Criança e do Adolescente de Caicó. Esta é a segunda vez que ele ministra palestra em Caicó.

As palestras de Plínio já foram aplicadas em mais de 150 cidades do Brasil, além de Paraguai, Argentina e Equador. Atua como consultor para o Serviço Público, Setor Empresarial Industrial e de Serviços e Terceiro Setor nas áreas de Comunicação, Vendas, Projetos e Planejamento. É diretor da empresa de Consultoria GENTE LTDA.

Plínio é especialista em Gestão Colaborativa para o 3º. Setor, Liderança e Projetos para Instituições Sem Fins Lucrativos, sendo o precursor do atual projeto nacional “Oratória nas Escolas” da JCI Brasil que sagrou-se como Melhor Programa Social do Mundo no Congresso Mundial da JCI em 2010 no Japão.


Formação da 1ª turma do Programa de Formação Básica para o trabalho aconteceu ontem em Caicó

Formação-da-1ª-turma-do-Programa-de-Formação-Básica-para-o-trabalho-aconteceu-ontem-em-Caicó

A primeira turma de adolescentes do Programa Formação Básica para o Trabalho do CAMP SBC em parceria com as Aldeias Infantis SOS Brasil em Caicó foi formada em solenidade que acontece nesta terça-feira (04/04), em Caicó. O evento aconteceu no auditório do Ceres da UFRN e contou com a presença do presidente do CAMP SBC, Luiz Antônio Novi, do gestor das Aldeias Infantis SOS Brasil, Santiago Júnior, do patrono da turma, Padre Francisco de Assis Costa, de Veracilda Vale Fernandes, Secretária Adjunta de Educação, e dos presidentes dos Rotary Clubes de Caicó. Além de representantes de instituições, autoridades e familiares.

Esse evento estabelece um marco na política da criança e do adolescente de Caicó, fomentado por propósitos colaborativos e que já constatamos o início de uma transformação que começa a dar frutos em nossa cidade, fortalecendo políticas públicas e gerando desenvolvimento com responsabilidade social”, destacou Santiago Júnior.

As Aldeias Infantis SOS de Caicó, em parceira com o CAMP São Bernardo do Campo atuarão de forma sinérgica e eficiente com foco na incidência da Promoção, Defesa e Garantia de direitos de crianças e adolescentes com ênfase no programa da aprendizagem, como forma de combater e erradicar o Trabalho Infanto-Juvenil promovendo o trabalho adolescente protegido.

Sem dúvida é uma oportunidade que estamos dando a esses jovens. Observamos diariamente uma grande quantidade de jovens pelas ruas envolvidos com o mundo das drogas e precisamos ver esses jovens aqui em Caicó inseridos na educação e no trabalho. Esse é o nosso objetivo e com certeza aqui vamos ter essa resposta e vamos alcançar os nossos objetivos”, disse o presidente do CAMP SBC, Luiz Antonio Novi.


Documentário aborda projetos de combate ao trabalho infantil

“Dizem por aí que é melhor trabalhar do que roubar, que o trabalho enobrece e que é preciso trabalhar para ajudar a família”. É com essa frase, conhecida e reproduzida por muitos, que se inicia o documentário Catavento – Tudo ao seu tempo, sobre trabalho infantil.

Dividido em sete episódios, cada um trazendo uma abordagem distinta, o filme traz à tona a necessidade de se continuar buscando formas efetivas de eliminar o trabalho da vida desses meninos e meninas, aproximando-os da educação e de uma vida digna.

Uma destas formas é apresentada pelo projeto “Lugar de Criança é na Infância”, realizado pela Aldeias Infantis SOS de Caicó (RN) em parceria com a Fundação Telefônica. Segundo Francisco de Assis Santiago Junior, gestor do programa, a iniciativa teve impactos extremamente positivos na prevenção e combate ao trabalho infantil na região.

“Através de ações preventivas e de intervenção, beneficiamos mais de 500 crianças e adolescentes diretamente, além de seus irmãos de maneira indireta. Foram 150 famílias foram contempladas em 25 comunidades”, conta.

O documentário está disponível no canal da Fundação Telefônica no YouTube. Veja aqui