Venezuelanos chegam à Caicó e são acolhidos nas Aldeias SOS

Os 60 venezuelanos refugiados no Brasil, chegaram à Caicó, na noite desta quarta-feira (03). Eles viajaram de Roraima até Natal, em um avião da Força Aérea Brasileira e depois foram escoltados em dois ônibus pelo Exército Brasileiro.

Em Caicó, eles foram acolhidos nas Aldeias Infantis SOS. O grupo ficará em cinco casas que foram preparadas com antecedência.

Confira imagens do desembarque dentro das Aldeias.



13 famílias de Venezuelanos refugiados chegam a Caicó e serão acolhidos pelas Aldeias

Em uma nova etapa do processo de interiorização de solicitantes de refúgio, 13 famílias venezuelanas chegarão à Caicó/RN, em busca de oportunidades por um futuro melhor. São 13 famílias com crianças, adolescentes, mães e pais a serem acolhidos pelo programa da organização humanitária internacional Aldeias Infantis SOS, para alcançarem uma vida autônoma e integrada, social e financeiramente. A previsão de chegada, que será em duas etapas, está prevista entre os dias 27 e 29 de setembro.

A Aldeias Infantis SOS oferecerá uma coletiva de imprensa para conversar com os venezuelanos que passarão a viver em Caicó. Além de representantes da organização, estarão presentes porta-vozes voluntários do grupo. A imprensa também será convidada a conhecer o espaço em que eles viverão. A data ainda será confirmada.

Continue lendo



Projeto de musicalização para crianças e adolescentes é retomado pelas Aldeias em Caicó

Projeto de musicalização para crianças e adolescentes é retomado pelas Aldeias em Caicó

O programa de Fortalecimento Familiar e Comunitário das Aldeias Infantis SOS Brasil/Caicó retornou com o projeto de musicalização promovendo suas atividades de instrumentalização com 30 crianças e adolescentes de 10 a 17 anos. O projeto de Musicalização Filarmônica Hermann Gmeiner objetiva atender esse público promovendo o despertar para a música, sendo a música uma ferramenta de mudança social, educativa e disciplinar.

O projeto acontece na Aldeias Infantis em parceria com a Orquestra Furiosa que juntos oferecem a essas crianças e adolescentes esse contato com a musicalização utilizando de metodologia teórico-prática que inicia-se com o estudo conceitual da música, como partituras e notas musicais, progredindo com aulas práticas utilizando o instrumento musical.

As Aldeias Infantis de Caicó tem uma forte contribuição na música no Seridó. Sua incursão na música iniciou com a Banda de Música e hoje a Filarmônica continua propiciando formação e desenvolvimento a dezenas de crianças e adolescentes pela música. Dezenas de jovens tem hoje suas vidas transformadas pela música, onde enxergou a oportunidade e tomou para si”, disse Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS.



Em parceria com a Furiosa, Aldeias Infantis revitaliza Filarmônica Herman Gmeiner

Parceria vai promover a revitalização da filarmônica das Aldeias

As Aldeias Infantis SOS de Caicó, firmaram uma parceria com a Associação Cultural Amigos da Furiosa – Acaf, mantenedora da Orquestra Furiosa. O objetivo da parceria é a revitalização da Filarmônica Hermann Gmeiner, que vai reunir a participação de crianças, jovens e adolescentes dos projetos sociais das aldeias e da sociedade caicoense. O projeto tem previsão para iniciar as atividades ainda este semestre.

Continue lendo



Aldeias Infantis oferecem hospedagem aos ciclistas do Circuito EcoVBike em Caicó

Reunião definiu detalhes da parceria entre o VBike e Aldeias Infantis SOS Brasil

O Circuito Eco VBike, batizado por pedal mais arretado do Rio Grande do Norte, não recebeu essa denominação por acaso, além de se preocupar com o bem estar do ciclista, desenvolvendo planejamento estratégico das trilhas e das paradas de assistência e suporte, tem conquistado o apoio de diversos parcerias pela forma como organiza o maior encontro de ciclismo potiguar.

Continue lendo



Prefeitura de Caicó deve pagar parcelas de convênio firmado com Aldeias S.O.S

Prefeitura deve pagar parcelas de convênio com Aldeias de Caicó

A 3ª Promotoria de Justiça da comarca de Caicó recomendou à Prefeitura municipal que adote as medidas necessárias à manutenção do serviço de acolhimento institucional a crianças e adolescentes em situação de risco na cidade. Para isso, a Prefeitura deve regularizar os pagamentos das parcelas em atraso alusivas a dois convênios firmados entre o Município de Caicó, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação e da Assistência Social (Semthas) e da Associação Aldeias Infantis SOS Brasil.

Desde julho de 2017, a Prefeitura de Caicó está inadimplente em relação ao pagamento das parcelas dos convênios cujo objeto consiste na manutenção, pela Associação Aldeias Infantis SOS Brasil, do acolhimento institucional a crianças e adolescentes em situação de risco.

O MPRN levou em consideração na recomendação o fato de a associação ser a única instituição em funcionamento no município responsável pela realização do serviço. A Promotoria fixou o prazo de 10 dias para que a Prefeitura cumpra o que foi recomendado.



Aldeias Infantis SOS lançam campanha “Amigo Aldeias”

As Aldeias Infantis SOS lançou, em Caicó, o programa Amigos SOS, que tem o objetivo de buscar empresários e pessoas físicas que possam contribuir financeiramente com a instituição. Para isso, foi disponibilizado um site no qual o contribuinte pode disponibilizar os dados pessoais e financeiro e concluir sua contribuição. A campanha é permanente e, além da plataforma virtual, os integrantes da instituição elaboraram uma carta que será entregue aos comerciantes e empresários caicoenses.

Aldeias lançou a campanha

“As pessoas querem doar e tem essa sensibilidade, porém elas querem segurança naquilo que estão fazendo, sobretudo elas querem saber para onde vai o dinheiro e qual instituição será beneficiada. No caso de Aldeia Infantil, nós temos um trabalho aqui na região há 38 anos e são milhares de crianças e adolescentes beneficiadas nas quatro regiões de Caicó, principalmente no trabalho de acolhimento e fortalecimento”, disse Santiago Júnior, gestor das Aldeias em Caicó.

Para a captadora de recursos das Aldeias, Joana Sultanum, “as Aldeias mantem-se com doações e é fundamental que possamos continuar com os nossos programas. Portanto, nós temos uma página específica para Caicó que as pessoas podem doar qualquer valor que será direcionado para a instituição aqui no município”, explicou.

Campanha Cofrinho

Além do programa Amigo SOS, as Aldeias Infantis SOS Caicó também lançou a campanha “Seu troco = proteção”, que consiste na colocação de cofrinhos em pontos comerciais da cidade de Caicó. Durante o período da campanha, as pessoas vão poder depositar o troco nos cofrinhos. Todo o valor arrecado será destinado para as atividades do programa em Caicó. “Estamos com dez pontos selecionados no comércio caicoense e é um outro projeto importante para as nossas ações” ressaltou Joana.

Ainda de acordo com Santiago Júnior, “essa é uma ação na qual vamos direcionar recursos para atividades de apoio as atividades de lazer e socioculturais das crianças no acolhimento, um dos eixos de desenvolvimento que trabalhamos no plano de desenvolvimento de cada criança”, destacou o gestor das Aldeias.



Sem repasse da Prefeitura, acolhimento de crianças nas Aldeias pode ser prejudicado

Um dos serviços prestados pelas Aldeias Infantis S.O.S de Caicó, que é o acolhimento institucional, poderá ser suspenso. O assunto foi abordado pelo vereador Lobão Filho (PMDB), na Tribuna da Câmara de Vereadores, na sessão ordinária desta segunda-feira (06).

A instituição desenvolve um leque considerável de atividades, mas, o que foi mencionado pelo vereador pode parar por causa da falta de repasses da Prefeitura Municipal, que tem convênio com as Aldeias. As informações dão conta que a gestão atual, está há 4 meses (Julho, Agosto, Setembro e Outubro), sem fazer o repasse financeiro, de 10 mil reais por mês. Ao todo, a Prefeitura tem que repassar 120 mil reais por ano.

O Blog Sidney Silva tentou contato com o presidente das Aldeias Infantis S.O.S, Francisco de Assis Santiago Júnior, mas, não conseguiu.