Caicó: Áudios revelam que grupo preso na Operação Fantoche II tramou assassinato

Operação Fantoche prendeu envolvidos com o crime organizado em Caicó

Áudios obtidos pelo Blog Sidney Silva e, que fazem parte do material probatório constante na investigação da Polícia Civil em torno de um grupo que é faccionado, revelam a trama do que parece ser a “determinação” do assassinato de uma pessoa em Caicó. Um dos envolvidos é José Antônio Freire da Silva, também conhecido como “JET ou “Zé da Brahma”, que está preso por força de mandados de prisão, cumpridos nas duas fases da operação Fantoche, ocorridas nos dias 15 de maio e no dia 25 de setembro, deste ano. Inclusive, ele estava se preparando para ser candidato a vereador nas eleições deste ano em Caicó.

Os áudios são de conversas mantidas através de um aplicativo de celular, onde, o Zé da Brahma trata com seus amigos, que fazem parte de uma facção criminosa, sobre a morte de “THIAGO OLIVEIRA VARELA”.

Zé da Brahma é apontado pela Polícia Civil como membro de facção criminosa

Após análise do material, o Blog fez a transcrição dos áudios.

No dia 13/05/20 às 13:00, o homem identificado como “Papel”, que se intitula o “Disciplina da Quebrada”, relata um fato onde o Thiago é abordado por ele e o “Coroa Guerreiro”, que é Zé da Brahma. A abordagem se deu porque Thiago estaria ameaçando pessoas e agredido a própria mãe.

Confira:

(E aí meus irmãos, uma boa tarde aí viu, aqui é Papel na voz, o Disciplina da Quebrada aqui Nova Caicó. Meu irmão eu vim passar a visão de um camarada aí chamado Thiago, que já não é de hoje não, é de tempo, vem fazendo tumulto na quebrada, ameaçando o povo, querendo bater no povo e aí hoje tava empurrando a mãe dele, o irmão, aí eu fui lá mais o Coroa pra resolver. O cara “danou” uma chave lá no Coroa que cortou na mão dele e disse que ia dar parte de nós, tá entendendo, do Coroa Guerreiro).

Às 13hs01min do mesmo dia: Voz de Papel:

(Só agradece a atenção de vocês e atenção aqui na Nova Caicó)

E ele seguiu dizendo:

(E quando nós chegou lá, o cara tentou partir pra cima de nós lá, com um pedaço de ferro e nós conseguiu tomar lá dele).

OBS: A Polícia Militar foi chamada e conduziu Zé da Brahma e Thiago para a Delegacia. Foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO neste mesmo dia 13 de maio de 2020, onde José Antônio Freire da Silva, “JET ou Zé da Brahma” foi acusado de ameaçar “THIAGO OLIVEIRA VARELA”.

Na noite do mesmo dia, às 18hs39min o grupo volta a se falar pelo aplicativo. Dessa vez, Papel pergunta sobre com quem pode pegar o “café” que é droga, no Bairro Walfredo Gurgel, que eles chamam de WG.

Confira:

(E aí parceiro, uma boa noite aí, escute, quem é que tem o café de balinha lá no WG, é o Trem é?)

Às 19hs29, o Zé da Brahma responde dizendo:

(Boa noite parceiro pra nós aí, só agradece a atenção, ou o Trem ou o Pai Vei, só quem pode ter pra lá é eles mesmo).

No dia seguinte, em 14 de maio, Zé da Brahma fala no grupo dizendo que está “do outro lado da cidade resolvendo “as situações”.

(E aí tá tudo tranquilo aí graças a Deus? Eu tô aqui do outro lado da cidade resolvendo as situações, então a mais tarde eu chego aí).

Outro membro responde às 11hs44min:

(Demorou, demorou, tá sossegado, eu pensei que cê tava em casa)

Às 11hs47min, o Zé da Brahma, fala:

(Faça uma transferência pros moleques aí, se avistar essa alma aí, que ele já é alma, não diga nada, certo, não diga nada com ele, pra não me complicar) – Aqui ele se refere à Thiago.

Em seguida vem a resposta:

(Demorou)

Às 11hs48, outro pergunta:

(E aí, como é que vai ficar, já pode pegar?)

*Emojis, que são imagens, de um fantasma e de uma arma, são mostrados.

Às 11hs55min, o Zé da Brahma responde:

(Não, pode pegar agora não, eu vou fazer uma sopão semana que entra e vou ficar na porta de minha casa com a sopa e um monte, e a comunidade me ver que eu tô em casa, aí no dia da sopa é o último dia que ele veve).

Às 11hs56min, a resposta:

(Demorou então, vai dar certo, bote eu no cangaço viu?)

E Zé da Brahma responde em seguida:

(Você já faz parte do cangaço, fique sossegado)

O  assassinato de “THIAGO OLIVEIRA VARELA”, não se concretizou. Ele, com seus familiares, deixaram a cidade de Caicó.

No dia 15 de maio, foi deflagrada pela Polícia Civil, a Operação Fantoche I, que prendeu Gerfferson Nunes Alves, vulgo “pompom”, de 31 anos, José Antônio da Silva Freire, vulgo “Zé da Brahma”, de 57 anos e Pablo Araújo da Silva Andrade, vulgo “papel”, de 21 anos.

Segundo a Polícia, Zé da Brahma, exerce papel de liderança da facção Sindicato do RN, em Caicó. Ele também é apontado como responsável pela prática de tráfico de drogas na região, e integra do “Tribunal do Crime”, que realizava o julgamento e punição de integrantes da facção que burlavam seus próprios regramentos.


Polícia investiga se assassinato de jardinense em Caicó foi acerto de contas

Alan Félix foi morto com cerca de 8 tiros

 A Polícia registrou na noite de sexta-feira (14), em Caicó, o assassinato de Alan Félix de Lima, também conhecido como “Pequeno”, de 25 anos, natural de Jardim de Piranhas. O crime aconteceu por volta das 22hs, na Rua José Maria Gonçalves Vale, no Bairro João XXIII.

As informações apuradas no local dão conta que a vítima foi atingida por cerca de 8 disparos de arma de fogo.

A Polícia Militar esteve no local e realizou as primeiras diligências, além de fazer o isolamento até a chegada da Polícia Civil e ITEP.

Uma das primeiras linhas de investigação, é o crime de acerto de conta dadas às características do fato.

Ainda não se sabe quem é o assassino.


Janduís: Neto de Nilton foi assassinado com 3 tiros na cabeça

Corpo foi encontrado nas imediações de estrada de terra que leva ao sítio de propriedade da vítima

O corpo do empresário e pré-candidato a prefeito da cidade de Janduís/RN, pelo PSOL, Raimundo Gonçalves de Lima Neto, também conhecido como “Neto de Nilton”, de 35 anos, foi removido pelos peritos do Instituto Técnico-Científico de Perícia – ITEP no início da tarde deste sábado (11) e levado para Mossoró, aonde passará por exame de necrópsia antes de ser liberado para sepultamento.

O local do crime, é às marges de uma estrada de terra que dá acesso ao sítio Estrela, de propriedade da vítima, e à cerca de 200 metros da BR-226. Tudo indica que Neto foi assassinado por volta das 09hs30min. A moto em que estava, era uma Bros, ano 2018, de cor vermelha e de placa QGL4234, deixada próximo do corpo.

Os peritos encontraram 3 perfurações a bala na cabeça da vítima, o que no primeiro momento caracteriza o crime de execução.

A vítima residia na Rua Wiliam Ubirajara Pinheiro, Bairro São Bento, em Janduís.

O corpo foi liberado pelo ITEP de Mossoró para a Família no final da tarde deste sábado.


Vendedores de confecção são assassinados a tiros em Brejo do Cruz/PB

Carro era ocupado por vítimas

Pelo menos 3 pessoas foram assassinadas a tiros na cidade de Brejo do Cruz, no sertão da Paraíba, na noite desta sexta-feira (06). Uma quarta vítima foi socorrida com vida para uma unidade hospitalar.

Os mortos foram identificados como Alex Santos Flor, de 23 anos, Cícero Alexandro do Nascimento, de 34 anos, e Elias. O outro que foi baleado e socorrido, trata-se de Vinicius da Silva, de 21 anos. Todos são naturais da cidade de Picuí. Eles tavam no interior de um veículo Ponto de cor vermelha e placas OET-3887, com inscrição em Belém de Caiçara/PB.

As polícias Civil e Militar estão em diligências para tentar prender os suspeitos pelo crime. A motivação ainda é desconhecida.


Entregador de gás é assassinado a tiros em Caicó

Entregador de gás estava trabalhando quando foi morto – (FOTO: Sidney Silva)

A Polícia Militar registrou um homicídio na manhã desta segunda-feira (18) por volta das 07hs30min, na Rua Odilon Lebarry, no Bairro Nova, zona oeste da cidade.

A vítima, identificada como Francisco de Assis Lucena dos Santos, trabalhava como entregador de gás. Ele foi baleado com vários disparos de arma de fogo. Os policiais que atenderam a ocorrência, encontraram ao lado do corpo, várias cápsulas de pistola.

O local foi isolado e a Polícia Civil e o Instituto Técnico e Científico de Perícia – ITEP, iniciaram o trabalho de coleta de informações para dar seguimento a investigação para descobrir quem praticou o crime.


Ex-presidiário é executado com tiro na cabeça no final de semana em Caicó

Bilicô foi morto com um tiro na cabeça

No final de semana, a Polícia registrou um homicídio em Caicó. Foi assassinado com um disparo de arma de fogo na cabeça, Sebastião Queiroz da Silva, também conhecido como Bilicô.

A ocorrência foi registrada por volta das 20hs de sábado (26), na ponte sobre o Rio Seridó, no acesso à zona norte da cidade. A vítima caminhava portando um saco com latinhas de cerveja e refrigerante.

A policia informou que Bilicô estava sendo investigado pela prática de uma série de furtos no Bairro Boa Passagem, ocorridos nas últimas semanas.

Policiais militares e civis estiveram no local do crime e acionaram o ITEP para a fazer a remoção do corpo.

A Polícia não divulgou nenhum detalhe sobre quem praticou o crime.


Suspeito de matar Henrique Lopes, também responde pelo assassinato de Isaac Torres

Barata disse aos moradores de Barra de Santana que tinha matado Henrique

O ex-presidiário, Odair José Alves, também conhecido como Barata, de 42 anos, está sendo procurado pela polícia por ser o principal suspeito de ter assassinado o empresário Henrique José Torres Lopes, no Distrito de Barra de Santana, na manhã deste sábado, dia 12.

De acordo com moradores do referido Distrito, o Barata, antes de fugir, disse a várias pessoas que tinha matado o empresário a tiros. Ele estava em liberdade há alguns meses.

No dia 16 de agosto de 2016, Barata foi preso em Caicó, por ser um dos suspeitos de ter participado da morte do também caicoense, Isaac Soares de Oliveira Torres, este, assassinado no dia 19 de maio de 2013, na zona rural de São Fernando. Inclusive, um dos irmãos de Henrique, Jorge Lopes, responde pelo mesmo crime.


Empresário Henrique Lopes é emboscado e morto no Distrito de Barra de Santana em Jucurutu

Tentando fugir, Henrique de Barra colidiu o carro com uma casa – (Foto: Sidney Silva)

O empresário caicoense, Henrique José Torres Lopes, também conhecido como “Henrique de Barra”, foi assassinado a tiros na manhã deste sábado, (12), por volta das 06hs30min.

O Sargento Joílo Bezerra, comandante da Guarnição da PM de Jucurutu que atendeu a ocorrência, disse ao Blog Sidney Silva, que foram acionados por volta das 07hs e que ao chegarem no local receberam a informação de populares de que o acusado, identificado como “Barata”, saiu dizendo aos moradores que tinha matado “Henrique de Barra”. Ele fugiu do local.

O empresário voltava do sítio de sua propriedade quando na entrada do Distrito foi emboscado pelo assassino que abriu fogo contra o carro da vítima uma Pick Up Strada de cor branca e placas PGN9728/Natal-RN. No para-brisas do carro foram identificadas 7 perfurações.

Os tiros atingiram a vítima no tórax e face, inclusive, um dos tiros foi a baixo de um dos olhos e outro na região do coração.

Quando percebeu que o suspeito abriu fogo, Henrique de Barra, engatou marcha à ré e o carro foi de encontro a fachada de uma casa que ficou bastante danificada com a colisão.

Uma equipe de peritos do ITEP de Caicó e uma equipe de plantão da Polícia Civil, estiveram no local para a coleta de evidências que possam embasar o Inquérito que vai apurar o crime.

O corpo foi removido do local para ser necropsiado em Caicó.


Ex-governador do Espírito Santo, é assassinado em Vitória

Gerson Camata foi assassinado – (Foto: reprodução TV Gazeta via G1)

O ex-governador do Espírito Santo Gerson Camata, de 77 anos, foi assassinado na tarde desta quarta-feira na Praia do Canto, em Vitória. O crime ocorreu em frente a um restaurante. Segundo a polícia, o ex-governador foi morto com um tiro no pescoço depois de uma discussão com um ex-assessor, causada por uma ação judicial movida por Camata contra ele. O suspeito confessou o crime e foi preso.

O Samu chegou a ser acionado, mas o ex-governador morreu no local. Segundo a polícia, o autor dos disparos fugiu após cometer o crime, mas foi preso logo depois e presta esclarecimentos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A arma usada não tinha registro e foi apreendida.

*Informações do G1


Costureiro com passagens pela Polícia foi assassinado no final de semana em Jardim de Piranhas

Aldí foi morto em Jardim de Piranhas

O costureiro, Aldí Batista de Araújo, de 41 anos, foi assassinado no início da noite deste domingo (29), por volta das 18hs, em Jardim de Piranhas, com vários disparos de arma de fogo. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital, local, mas, não resistiu e morreu.

De acordo com informações apuradas pelo Blog Sidney Silva, o homem que residia na Rua Francisco Julião Fernandes, nº 118, Bairro Maracujá, estava nas imediações de suca casa quando dois homens se aproximaram em uma moto. Quando percebeu que iria ser ataco, empreendeu fuga, mas, foi alcançado.

A vítima tinha passagens pela polícia. Ele foi acusado de agressão contra mulher e autuado de acordo com a Lei Maria da Penha.

O corpo foi removido do Hospital aonde estava, para ser necropsiado no ITEP em Caicó.


Caicó: Jovem é assassinado a tiros dentro de casa pela companheira

Diego Amador Soares morreu em sua casa no Bairro Recreio

A Polícia registrou um homicídio na tarde desta quinta-feira (01), por volta das 13hs35min na zona norte de Caicó. A vítima foi identificada como Diego Amador Soares dos Santos, de 19 anos. Ele era artesão e residia na Rua André Fernandes Vieira, nº 82, no Bairro Recreio, local do crime.

A acusada, uma jovem menor de idade, que foi presa, confessou ter matado seu companheiro com disparos de arma de fogo e disse que agiu em legítima defesa. Na Delegacia de Polícia Civil, ela disse que teve uma discussão com Diego e este lhe agrediu com um soco e efetuado um tiro que por pouco não lhe atingiu a cabeça. Ele guardou a arma e saiu de dentro de casa, nesse momento, ela teria pegou a arma e quando Diego voltou a jovem abriu fogo contra ele. De imediato, a adolescente fugiu.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar na casa, encontrou o corpo, além de um revólver e certa quantidade de droga.

O Itep foi acionado e fez a remoção do corpo para ser necropsiado.


Caicoense assassinado em Jardim de Piranhas no final de semana

Mário César Santos foi assassinado em Jardim de Piranhas

Foi assassinado na manhã deste domingo (09), por volta das 10hs40min na cidade de Jardim de Piranhas/RN, o caicoense, Mário Cesar Santos, de 24 anos. Ele foi morto por dois homens que estavam em uma moto e ao se aproximaram da vítima, efetuaram disparos de arma de fogo e empreenderam fuga.

O caicoense, Mário Cesar, que residia em Jardim de Piranhas na Rua Juliano Fernandes, nº 127, Bairro Parque da Luz, era filho do saudoso, Paulo Cassiano, cantor de forró.

O corpo da vítima foi removido do loca do crime e encaminhado para ser necropsiado no ITEP de Caicó e liberado para sepultamento.

Momentos depois do crime, a Polícia que realizava diligências, localizou na zona rural, a moto que pode ter sido usada pelos dois assassinos. A moto, uma Honda/NXR 150 Bros mix ES 2009/2010, de cor preta e placa MZF3561/Caicó/RN foi tomada de assalto de um vigilante no bairro Darci Fonseca em Caicó, no dia 02 de julho, por dois ladrões armados de revolver.


Polícia Civil de Patu prende suspeito de matar ex-companheira

Polícia Civil de Patu prende suspeito de matar ex-companheira

Policiais da Delegacia Regional de Patu prenderam, nesta terça-feira (20), Pedro Quirino da Silva, 40 anos, suspeito pelo homicídio de sua ex-companheira de 27 anos, no mês de maio deste ano, no município de Triunfo Potiguar.

A ação foi investigada pela Delegacia de Campo Grande, e resultou na Operação Necandi, deflagrada nesta terça-feira. No crime, o homem teria desferido oito facadas na vítima, no dia 27 de Maio deste ano. Pedro foi preso em cumprimento a um mandado de prisão preventiva, e autuado pelo crime de homicídio, sendo encaminhando ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.


Imagens mostram como aconteceu a morte do Sargento Cândido; Entenda como foi

O sargento da Polícia Militar, Antônio Cândido dos Santos, de 37 anos, que foi assassinado na manhã desta segunda-feira (05), exatamente às 06hs10min na Avenida Miguel Castro, nas imediações do cruzamento com a Avenida 6. O corpo do PM já foi necropsiado. Os peritos do ITEP confirmam que ele sofreu dois disparo sendo um no tórax, abaixo do coração e outro nas costas.

Desde o ano 2000 na Polícia Militar, Antônio Cândido, atuou também no Grupo Tático Operacional e ultimamente, estava sendo monitor do curso de nivelamento que ocorre no 6º BPM em Caicó.

O tenente-coronel, Walmery Costa, confirmou ao Blog Sidney Silva, que o corpo do policial será velado inicialmente na capela do 6º BPM e depois na casa de familiares no Distrito de Laginhas (Caicó).

Diligências estão sendo realizadas em Natal para tentar prender os dois homens que mataram o Sargento Cândido nesta manhã. Policiais do BOPE, BPChoque, Rocam, RP e a Polícia Civil estão no caso.