Saque de auxílio emergencial é liberado para beneficiários do 3º lote

Beneficiários do auxílio emergencial contemplados no terceiro lote podem sacar hoje (14) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos entre outubro e dezembro. O auxílio foi criado pelo governo para reduzir os efeitos da pandemia na economia brasileira.

A Caixa antecipou o calendário de saque em dinheiro aos beneficiários com direito a receber a primeira parcela do auxílio emergencial por terem sido aprovados no início do mês de junho.

Essas pessoas, que pertencem ao terceiro lote que a Caixa recebeu da Dataprev, teriam originalmente a liberação do saque em espécie concluída em 18 de julho. O calendário de saque em dinheiro teve início no dia 6 de julho, de forma escalonada pelo mês de nascimento.

Continue lendo

Confira o calendário para saque em dinheiro do auxílio emergencial

Calendário de pagamento do Auxílio Emergencial do Governo Federal

Quem prefere sacar o dinheiro do auxílio emergencial de R$ 600 terá que acompanhar um calendário que começa no próximo dia 18 de julho, para nascidos em janeiro, e vai até 19 de setembro, para nascidos em dezembro.

Esse calendário para saque em dinheiro vale para cerca de 45 milhões de beneficiários do programa que se inscreveram pelo site ou pelo aplicativo e aqueles que estão inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) do governo federal. Quem é beneficiário do Bolsa Família receberá as novas parcelas do auxílio emergencial pelo calendário próprio do programa de combate à miséria. Para quem usa o aplicativo Caixa TEM para transações digitais, que permite o pagamento de contas e compras online, o dinheiro poderá ser movimentado antes do calendário anunciado para saque em dinheiro.  

De acordo com a Caixa, os beneficiários do auxílio emergencial estão divididos em quatro lotes. O lote 1 é composto pelas primeiras pessoas que tiveram o cadastro aprovado, no total de 31 milhões, e que receberam a primeira parcela em abril. Essas pessoas já estão começando a receber a terceira parcela. O lote 2 é formado 8,7 milhões de beneficiários que receberam a primeira parcela em maio e estão agora recebendo a segunda parcela. Quem recebeu a primeira parcela do auxílio no início de junho faz parte do lote 3 (5,2 milhões de pessoas), enquanto quem recebeu no final de junho compõe o lote 4 (cera de 1 milhão de pessoas).


Auxílio Emergencial: Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em abril

G1 – A Caixa Econômica Federal libera a partir desta quinta-feira (9) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial para os aprovados inscritos no aplicativo e site dentro do terceiro lote, e que aniversariam em abril – um total de 400 mil trabalhadores. Ao todo, o lote inclui 5,9 milhões de beneficiários.

Os saques e transferências serão realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e vão até o dia 18 de julho. Esses trabalhadores já tiveram o dinheiro liberado na poupança social digital entre os dias 16 e 17 de junho.

Terceiro lote auxílio emergencial – calendário — Foto: Economia G1

Governo prorroga por 2 meses auxílio emergencial, mas quer dividir pagamento em 4 parcelas

Parcelas a mais serão pagas pelo Governo Federal

G1 – O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesta terça-feira (30) a prorrogação do auxílio emergencial, destinado a trabalhadores informais e beneficiários do Bolsa Família.

Segundo Guedes, a proposta é que sejam pagas mais quatro parcelas em dois meses, que somarão R$ 600 por mês, totalizando R$ 1,2 mil.

O pagamento deverá ser feito da seguinte maneira, segundo o ministro:

R$ 500 no início do mês;

R$ 100 no fim do mês;

R$ 300 no início do mês;

R$ 300 no fim do mês.

O anúncio foi feito em uma cerimônia no Palácio do Planalto, da qual participaram o presidente Jair Bolsonaro, ministros do governo, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), além de parlamentares e convidados (saiba mais abaixo como foram os discursos).

Na cerimônia, Bolsonaro assinou um decreto sobre a prorrogação do pagamento.

Após o evento, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse que o cronograma de pagamento das novas parcelas ainda será divulgado. Segundo ele, o calendário está pronto, mas falta autorização do ministro Paulo Guedes para anunciar.


Confira o calendário de pagamento do 3º lote do auxílio emergencial

Quem solicitou pelo app ou pelo site começa a receber no sábado – (Foto: Marcello Casal Jr./ ABr)

Agência Brasil – A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (26) a data de pagamento da 3ª parcela do auxílio emergencial e de lotes residuais da 1ª e 2ª parcelas. Os depósitos começam amanhã, sábado (27), e vão até o dia 4 de julho.

O saque em espécie do auxílio só será liberado a partir do dia 18, e será disponibilizado por grupos de acordo com o mês de nascimento, seguindo o modelo dos depósitos.

Veja o calendário:

3ª parcela – depósito em poupança digital

Mês de nascimentoDepósito do benefícioLotesNúmero de beneficiados
janeiro
e fevereiro
27 de junho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,5 milhões
março
e abril
30 de junho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,9 milhões
maio
e junho
1º de julho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,9 milhões
julho
e agosto
2 de julho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,8 milhões
setembro
e outubro
3 de julho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,8 milhões
novembro
e dezembro
4 de julho3ª parcela
↳lote 1

2ª parcela
↳lote 2

1ª parcela
↳lote 4
6,5 milhões

Para quem necessita sacar em espécie o benefício, a Caixa também anunciou o calendário de saques para a 3ª parcela. Confira abaixo:

Mês de nascimentoDia da liberação do saque
janeiro18 de julho
fevereiro25 de julho
março1º de agosto
abril8 de agosto
maio15 de agosto
junho29 de agosto
julho1º de setembro
agosto8 de setembro
setembro10 de setembro
outubro12 de setembro
novembro15 de setembro
dezembro19 de setembro

Auxílio Emergencial: Prefeito de Ipueira diz em nota ao Blog que seus filhos tem vida independente

Galego Paiva diz que seus filhos tem vida financeira independente

O prefeito da cidade de Ipueira, José Morganio Paiva, o Galego Paiva, procurou o Blog Sidney Silva para que divulgássemos nota feita por ele respondendo notícia veiculada no site de que seus filhos receberam o auxílio emergencial do Governo Federal.

Confir:

Ocupo hoje um cargo e acredito que por estar nessa situação e em meio ao que se tem passado nas “vidas públicas” aqui e por aí a fora muitos tendem, naturalmente, a ligar uma pessoa à outra, medindo pessoas e situações diferentes com a mesma régua. Eu entendo também que é até natural que algumas pessoas busquem isso ou aquilo para usar como arma política para tentar me diminuir ou me sujar. A minha vida particular e pública é transparente e eu tenho muito orgulho disso.

Venho aqui fazer umas breves pontuações porque tentaram criar polêmica envolvendo meu nome e de meus filhos, e isso, quando não damos espaço pra ouvir o outro lado gera inúmeros julgamentos por parte de quem não conhece a realidade.

Primeiro, ao adentrar na vida pública fiz isso para buscar fazer o melhor, ajudar à população e ao próximo. Não fiz isso para proporcionar riqueza, conforto e luxo para minha família nem muito menos para mim. Meu filho Cesar escolheu por não seguir nos estudos. Assim dei a opção a ele para cuidar da vida com as atividades rurais no sítio. Lá de tudo ele faz, o dia todo, tem uma rotina como qualquer outro trabalhador. Mora na sua casinha lá com sua esposa e seu filho vivendo do próprio trabalho. Ele não vive às minhas custas nem tem uma vida glamurosa de status, luxos e viagens. Graças a Deus tem sua vida independente. Quem o conhece sabe e quem nao conhece basta ir lá no sítio e ver como é.

Neto, meu filho do meio, estuda fora e está próximo de concluir seu curso. Além de estudar, desde o início procurou fazer seus trabalhos como forma de sustento próprio e atualmente tem concentrado seu trabalho em vendas de roupas. E mesmo assim eu o apoio e dou todo o suporte necessário aos estudos dele.

Minha filha mais velha, Izabela, esta que formou ano passado e se dedicou durante seu curso integralmente aos estudos e à pesquisa, tanto que ao terminar o curso, já segue na pesquisa ao ser aprovada no mestrado. Ela tem também todo meu apoio.

Meus filhos foram criados com pés no chão, cada um sempre sabendo fazer sua caminhada. Não são pessoas perfeitas assim como não sou e ninguém é. Mas não admito que quem não conhece nossa realidade venha apontar e fazer julgamentos dos mais diversos.

Tenho uma vida pública e sei que estou exposto a tudo isso mesmo. Mas venho aqui apenas trazer a verdade e a realidade dos fatos.

Se Neto e Cesinha se viram no direito, diante das atividades que eles exercem, de solicitarem esse auxílio, a mim não consultaram, claro que em momentos de maiores dificuldades não negaria apoio. Mas uma coisa é certa. Eles têm suas vidas independentes e não vivem às custas de poder ou vida boa que eu poderia, se fosse como muitos aí, proporcionar. Muito menos usufruem daquilo que é público.

Eu não queria vir aqui fazer desabafo, mas acontece que quando tocam na nossa família pelos motivos mais esdrúxulos existentes, isso nos toca profundamente.

Que Deus possa abençoar a todos e que transforme todo esse ódio e mal em coisas boas, frutíferas e promissoras ao próximo.

Abraço a todos e tenham uma boa noite!

Galego Paiva


Governo recupera R$ 40 milhões em benefícios recebidos indevidamente

Auxílio Emergencial do Governo Federal foi recebido por milhares de pessoas indevidamente

O governo federal recebeu de volta, até o dia de hoje (19), R$ 39,6 milhões correspondentes ao pagamento de auxílio emergencial a pessoas que não se enquadravam nos critérios. Foram, no total, 47,7 mil pessoas que fizeram a devolução do benefício.

Segundo o governo, entre aqueles que recebem o benefício equivocadamente, existem aqueles que se enganam, outros que agem de má-fé e um terceiro grupo incluído de forma equivocada. Para devolver a quantia, é necessário entrar no site criado especificamente para devolução, emitir a Guia de Reolhimento da União (GRU) e pagá-la.

Continue lendo

Auxílio Emergencial: PF vai investigar possível ação de quadrilha contra caicoenses

Vítimas procuraram a Caixa e foram informadas de possível golpe

A Polícia Federal vai começar a investigar a ação de uma possível quadrilha especializada em roubo “virtual” de dinheiro, inclusive, alguns caicoenses já foram vítimas do grupo.

O Blog Sidney Silva tomou conhecimento que nesta segunda-feira (08) várias pessoas procuraram a agência local da Caixa Econômica Federal para tentar entender o motivo de não terem recebido a segunda parcela do Auxílio Emergencial. Lá, tomaram conhecimento que seu dinheiro foi retirado da conta digital sem que elas percebessem. Um funcionário orientou que cada um fizessem uma contestação e assinassem um documento autorizando a abertura da investigação pela PF.

As vítimas disseram que receberam a primeira parcela normalmente, mas, a segunda, não.

A possibilidade é que a quadrilha tenha tido acesso aos dados da conta digital das pessoas e feito a retirada do dinheiro sem serem percebidos.


Caixa libera saques de auxílio para nascidos em junho

Pagamento para as pessoas nascidas em junho começa a ser feito pela Caixa

A Caixa Econômica libera nesta sexta-feira (05) as transferências e os saques da segunda parcela do auxílio emergencial para 2,6 milhões de beneficiários nascidos em junho.

A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos está sendo feita de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos estão sendo transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O cronograma prevê as seguintes datas, sendo do lado esquerdo o mês de nascimento do beneficiário e do lado direito o dia em que o saque do auxílio estará disponível:

Junho: 5 de junho

Julho: 6 de junho

Agosto: 8 de junho

Setembro: 9 de junho

Outubro: 10 de junho

Novembro: 12 de junho

Dezembro: 13 de junho


252 alunos/soldados da PM/RN receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal; Comando determinou devolução imediata

Comando Geral da PM afirma que está apurando o fato e deve se pronunciar em breve

O Comando Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, encaminhou um memorando para os comandantes das Companhias de Alunos (1ª, 2ª, 3ª, 4ª e 5ª) do Curso de Formação de Praças, aonde informa que 252 alunos soldados, tiveram acesso indevidamente ao auxílio emergencial do Governo Federal

O comando da corporação determinou que cada aluno dê ciência que seu nome consta na lista encaminhada às companhias. O prazo final para isso é nesta quarta-feira, dia 3 de junho.

A relação com os nomes dos 252 alunos soldados que receberam o auxílio, foi fornecida pela Agência Central de Inteligência da PMRN.

Também foi determinado que cada aluno deve acessar o Portal do Ministério da Cidadania afim de restituírem, imediatamente, através de Guia de Recolhimento da Unidão (GRU) o Erário, bem como cancelamento das futuras parcelas.

O Blog Sidney Silva entrou em contato com o portal voz da Polícia Miliar do Rio Grande do Norte, tenente-coronel, Eduardo Franco, e fomos informados que “a PMRN está apurando os fatos e posteriormente se pronunciará“.


Governo anuncia ferramenta para quem teve auxílio emergencial negado

Ferramento deve atender as pessoas que tiveram o auxílio negado

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou a criação de uma ferramenta de contestação para pessoas que tiveram o auxílio emergencial de R$ 600 negado anteriormente. O governo calcula que o sistema deve beneficiar mais cerca de cinco milhões de brasileiros.

Nós estamos construindo o que chamamos de ‘esteira de contestação’, que vai ser pelo número 121, mas que ainda não está pronto”, disse Onyx, sem entrar em detalhes, durante entrevista ao “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes.

A nova ferramenta deve ser anunciada pelo governo até o final desta semana. Lançado em abril para assegurar uma renda para trabalhadores informais e famílias de baixa renda em meio à pandemia do novo coronavírus, o auxílio emergencial do governo federal soma cerca de R$ 123 bilhões em recursos orçamentários.

O benefício será pago, inicialmente, em três parcelas. No momento, o governo executa o pagamento da segunda parcela do programa.

UOL


Auxílio emergencial: população deve buscar Defensoria Pública da União ou Juizado Especial Federal para reclamações individuais

Reclamações podem ser encaminhadas para os órgãos de fiscalização

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Norte orienta os cidadãos com reclamações sobre indeferimento do auxílio emergencial a pedir reconsideração da análise no aplicativo ou site da Caixa. Caso a questão não seja resolvida, a Defensoria Pública da União (DPU) no RN pode ser acionada para adotar as medidas cabíveis em cada caso. Também é possível procurar diretamente o Juizado Especial Federal.

Atuação – O MPF tem legitimidade para atuar em defesa de direitos coletivos. No RN, são seis procedimentos ativos em relação à pandemia do novo coronavírus (covid-19). Eles tratam do acompanhamento e fiscalização de ações para prevenir a disseminação do vírus, assegurar assistência de saúde adequada aos cidadãos e também sobre a situação de pagamento do auxílio emergencial, além da formação de aglomerações no entorno de agências da Caixa Econômica Federal para recebimento desse benefício no estado.

Contestação – Cidadãos que tiveram o auxílio emergencial indeferido também podem contestar a não aprovação e solicitar revisão, no próprio aplicativo ou site www.auxilio.caixa.gov.br . É só clicar em “acompanhe sua solicitação”, observar o motivo da negativa e escolher uma das opções: “realizar nova solicitação” – para casos de dados incorretos ou incompletos – ou “contestar essa informação” – para quando os dados estiverem corretos, mas a pessoa discorda do motivo da negação.

DPU – O atendimento remoto da Defensoria Pública da União no RN está disponível pelo telefone (84) 3216-2204, WhatsApp (84) 999790437 ou pelo e-mail atendimento.rn@dpu.def.br . A DPU assiste pessoas com renda familiar de até R$ 2 mil.

Juizado Especial Federal – Também é possível procurar diretamente a Justiça Federal para promover o ajuizamento do pedido de auxílio, por meio do WhatsApp (84) 99461-3827 ou do e-mail centraldeatendimento@jfrn.jus.br


Segunda parcela do Auxílio emergencial começa a ser creditada na conta de beneficiários

A Caixa Econômica Federal informou neste domingo (31) que vai começar a creditar a segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 diretamente nas contas bancárias indicadas pelos beneficiários. Os recursos, que haviam sido antecipados para uso digital pelo aplicativo Caixa Tem, agora serão transferidos automaticamente para as contas informadas pelos beneficiários, de acordo com o calendário de saque em espécie.

Calendário divulgado pela Caixa Econômica Federal

A transferência dos valores não movimentados pelo Caixa Tem será realizada para quem indicou contas para recebimento de outros bancos ou poupança existente na Caixa. Com isso, esses beneficiários poderão procurar as instituições financeiras com quem tem relacionamento, caso queiram sacar, segundo orientou o banco estatal.

Mais de 50 bancos participam da operação de pagamento do auxílio emergencial. Segundo o governo, todos os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para o auxílio emergencial já receberam o crédito da segunda parcela.

A Caixa reforça que não é preciso madrugar nas filas. Todas as pessoas que chegarem nas agências durante o horário de funcionamento, das 8h às 14h, serão atendidas. Elas vão receber senhas e, mesmo com as unidades fechando às 14h, o atendimento continua até o último cliente. O banco fechou parceria com cerca de 1.200 prefeituras em todo o país para reforçar a organização das filas e manter o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas”, informou a Caixa, em nota.

Agência Brasil


Auxílio Emergencial: Caixa credita nesta terça benefício a mais 7,6 milhões de trabalhadores

Mais um lote da segunda parcela do auxílio emergencial é paga nesta terça

Caixa Econômica Federal (CEF) credita nesta terça-feira (26) novos lotes do Auxílio Emergencial, tanto da primeira parcela, para novos aprovados, quanto da segunda, para quem recebeu a anterior até 30 de abril. Ao todo, o benefício será pago a 7,6 milhões de trabalhadores, segundo o banco.

Com os pagamentos desta terça, a Caixa conclui os pagamentos da segunda parcela para os beneficiários que receberam a primeira parcela até 30 de abril e que não fazem parte do programa Bolsa Família.

Veja quem recebe nesta terça:

  1. Segunda parcela: 5 milhões trabalhadores inscritos no Cadastro Único ou que se cadastraram através do aplicativo e do site, e que receberam a primeira parcela até 30 de abril, nascidos em novembro e dezembro
  2. Segunda parcela: 1,9 milhão de trabalhadores beneficiários do Bolsa Família, cujo NIS termina em 7
  3. Primeira parcela: 0,7 milhões de trabalhadores do novo lote de aprovados do benefício, nascidos em setembro

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br

G1