Bebê morre após motorista de ambulância se recusar a fazer transporte em Nova Cruz

A Tribuna do Norte noticia hoje que um motorista de ambulância foi preso na manhã desta sexta-feira (2) em Nova Cruz, no Agreste Potiguar, após ter se recusado a transferir uma gestante do Hospital Municipal de Nova Cruz ao Hospital de São José de Mipibu para um melhor atendimento. De acordo com a Polícia Civil, a mulher precisava de um ginecologista e de um neonatologista. O quadro se agravou e o bebê veio óbito. O caso ocorreu na última segunda-feira, 29 de julho.

A Polícia Civil informou que o condutor do veículo, identificado como Mewerton Avelino de Moura, de 33 anos se negou a realizar o transporte alegando que a logística do trajeto passaria do horário de trabalho, mas ainda faltavam duas horas para o término do expediente. Uma equipe médica alertou sobre a necessidade da paciente consultar especialistas porque caso contrários, os dois poderiam morrer.

Continue lendo