Please enter banners and links.


PM morto por policiais do RN na PB se identificou antes de receber disparos, dizem testemunhas

Os três policiais militares do Rio Grande do Norte responsáveis pela morte do cabo Edmo Lima Tavares, de 36 anos, da Polícia Militar da Paraíba, podem ser indiciados por homicídio doloso caso a versão apresentada pelas testemunhas ouvidas pelos investigadores se comprove.

Ao todo, cerca de 12 pessoas já foram ouvidas pela Delegacia Seccional de Solânea, da Paraíba, que está responsável pela investigação do caso.

Diferente da versão apresentada pelos policiais militares potiguares em seu depoimento original, as pessoas que presenciaram a cena afirmam que Edmo não foi o primeiro a atirar no confronto, e teria gritado diversas vezes que era policial para os PMs, que mesmo assim atiraram contra ele quatro vezes.

*Leia a notícia completa aqui