Campanha de Vacinação contra Influenza inicia nova etapa nesta segunda, 22

Campanha inicia nova fase nesta segunda-feira – (FOTO: Marcello Casal/ABR)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe entra em uma nova etapa na próxima segunda-feira (22) em todo o país. A primeira fase, que teve início em 10 de abril, vacinou crianças, gestantes e puérperas. A partir da próxima segunda, o Ministério da Saúde abrirá ao restante do público-alvo.

Dessa forma, poderão receber a vacina trabalhadores da saúde, indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

De acordo com o ministério, 41,8 mil postos de vacinação estão à disposição da população. Além disso, 196,5 mil profissionais estão envolvidos, bem como a utilização de 21,5 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais.



Prevenção ao suicídio e à automutilação serão temas de campanha nacional

Outra prioridade da pasta, a prevenção à automutilação e ao suicídio, será alvo de uma campanha nacional envolvendo as famílias, escolas, mídia e redes sociais para dar orientações de como lidar com essas situações. Segundo a ministra, o Facebook foi convidado a integrar o grupo de trabalho sobre o tema. “Entendemos que não dá para falar com o adolescente, com o jovem, sem envolver as redes sociais”, disse.

Damares definiu a automutilação e o suicídio entre os jovens como um “fenômeno” crescente. Ela apresentou dados de especialistas apontando que no Brasil 14 milhões de jovens se cortam. “A frase que a gente escuta das crianças, jovens e adolescente é dor na alma. Então precisa cortar o corpo para aliviar a dor da alma”.

Para a ministra, há “toda uma tragédia que traz a automutilação, que é a depressão, as marcas que ficam para sempre, a tristeza profunda, e precisamos lidar com esse fenômeno no Brasil”. Ela destacou que o suicídio é a segunda causa de morte entre jovens no país: “Vamos precisar enfrentar isso com muita delicadeza, seriedade, e trazendo a família para esse processo”.

As redes sociais serão parte fundamental na campanha para combater essas práticas. Ela lembrou que um jovem faz uma busca na internet e encontra instruções de como se cortar ou cometer suicídio. “Estamos conversando com as redes sociais até onde podemos ir juntos e até onde eles podem melhorar seus mecanismos de proteção da criança, jovem e adolescente no Brasil”, afirmou a ministra.



Rede de proteção à criança e ao adolescente iniciou campanha nesta quarta em Caicó

Equipes foram as ruas da cidade

Instituições que integram a rede de proteção aos direitos da criança e do adolescente iniciaram nesta quarta-feira (20/02), em Caicó, a campanha: Não dê esmola, fortaleça a cidadania. Uma ação de panfletagem nas principais ruas do centro da cidade deu início a campanha que tem o objetivo de trabalhar a relação do trabalho infanto-juvenil na cidade. Além da ação de hoje, a campanha ainda conta com inserções em veículos de comunicação e trabalhos educativos de conscientização junto à população.

A campanha é uma realização das Aldeias Infantis SOS Brasil com a parceria do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Caicó e apoio das instituições que integram a rede proteção. Participaram do evento de hoje representantes das Aldeias Infantis SOS Brasil, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, Conselho Tutelar, APAE, Semthas, Secretaria de Saúde e de Educação.

Grupos se reuniram nas ruas da cidade

O que mais nos chamou a atenção foi a acolhida da população para com a campanha. As pessoas, de forma espontânea, nos parabenizava pela iniciativa que foi tomada em Caicó. Isso mostra que o índice de mendicância no nosso município é alto e precisa ser encarado de uma maneira responsável e com atitudes. De forma que, as ações vão continuar e, acima de tudo, o trabalho vai ser contínuo para que possamos diminuir esses índices alarmantes”, destacou Santiago Júnior, gestor das Aldeias Infantis SOS Brasil, em Caicó.

Para o presidente do CMDCA, Cristiano Manoel, é preciso mudar essa realidade no município. “Estamos enfrentando diariamente um problema que é nosso, que a sociedade precisa se engajar. Vamos seguir conscientizando a população nesse trabalho educativo para que a mendicância possa ser reduzida em Caicó. Com certeza, a população vai colaborara conosco para que a rede de proteção meios para tornar nossa cidade mais responsável e cidadã”, explicou.

De acordo com Francisco Fábio, conselheiro tutelar em Caicó, “a violação de direitos, sobretudo no caso da mendicância, é fator determinante para o aumento de abuso das crianças e dos adolescentes. O Conselho Tutelar, por ser sempre a porta de entrada de muitos casos, acaba identificando vários desses problemas que precisam ser combatidos. Com certeza, estamos unidos e fortalecidos para fortalecer a nossa cidadania”.



Campanha “não dê esmola, fortaleça a cidadania” é lançada em Caicó

As Aldeias Infantis SOS de Caicó em parceria com o Conselho Municipal da Criança e do Adolescente – CMDCA iniciam a campanha: “Não dê esmola, fortaleça a cidadania”. O objetivo da ação educativa é trabalhar a relação do trabalho infantojuvenil na cidade de Caicó. Além de inserções em veículos de comunicação da cidade, as duas instituições devem desenvolver diversas atividades com a população do município. Hoje, a mendicância é uma realidade em nosso município, violação de direitos que é classificada como uma das piores formas de trabalho infantil.

Campanha foi lançada em Caicó

As Aldeias em parceria com Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Caicó lançam essa Campanha Educativa que visa esclarecer a sociedade que essa prática reforça preconceito e a marginalização, além de manter as crianças e adolescentes em violência social”, disse Santiago Júnior, gestor de Aldeias Infantis SOS Brasil.

De acordo com o presidente do CMDCA, Cristiano Manoel, “essa campanha é o primeiro passo de um trabalho que precisa ser abraçado por toda a sociedade caicoense. Lugar de criança e adolescente é na escola e não no meio da rua como temos visto diariamente na nossa cidade. Vamos abraçar essa ideia e combatermos a mendicância em Caicó, sobretudo evitando dar aquela esmola que não vai contribuir para a educação das nossas crianças e adolescentes”, explicou.

Com foco na promoção e defesa dos direitos de crianças e adolescentes está lançada a Campanha: “Não dê esmola, fortaleça a cidadania”, para alertar e sensibilizar as pessoas a não dar uma gorjeta ou um lanche as crianças que estão na rua. A melhor forma de contribuir financeiramente para combater o Trabalho Infantil e a mendicância é depositando qualquer quantia no Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente da sua cidade, tendo inclusive direito à renúncia fiscal.



FNF lança campanha para incentivar a doação entre torcedores

Evento marcou o lançamento da campanha

O pontapé inicial da campanha “Torcedômetro da Vida. Doe e marque um golaço!” aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), em Natal, numa parceria entre a Federação Norte-rio-grandense de Futebol, Hemonorte e Arena das Dunas, com apoio dos clubes participantes do Campeonato Potiguar 2019. A campanha quer fortalecer a doação de sangue entre os torcedores potiguares, em um gesto de solidariedade e que pode salvar vidas, justamente em um dos períodos com menor estoque de bolsas sanguíneas no RN.

Os atletas do ABC – o goleiro Edson e o volante Anderson Pedra, do América-RN – o zagueiro Alison e o lateral-direito Vinicius, e do Santa Cruz – o lateral-direito Breno, além do presidente da FNF, José Vanildo da Silva, e de representantes da Arena das Dunas e do Hemonorte estiveram no evento de abertura da campanha.

Continue lendo



Adoção: campanha Eu Existo apresenta mais 14 crianças e adolescentes em busca de uma nova família

Campanha aconteceu em todo estado

Raí tem 14 anos e sonha ser maestro. Aprendiz das flautas doce e transversal, quer continuar estudando música até atingir seu objetivo. Francilene, 15, gosta de estudar e quer ser advogada. Seu irmão Francikleiton, 13, prefere a engenharia robótica. “Vou ser engenheiro”, crava. Além das aspirações pelo futuro, o que mais esses adolescentes têm em comum? Todos estão em busca de uma família adotiva.

Raí, Francilene e Kleiton são participantes da campanha Eu Existo, promovida pela Corregedoria Geral de Justiça e que busca estimular a adoção de crianças e adolescentes que por motivos diversos estão fora do perfil comumente escolhido pelos possíveis adotantes.

Esse perfil idealizado dificulta a adoção, por exemplo, de adolescentes ou grupos de irmãos. Isso faz com que embora o número de pretendentes à adoção seja maior que o número de crianças e adolescentes que esperam por uma família, essa conta não feche. Dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) apontam a existência de 518 pretendentes à adoção no Rio Grande do Norte, ao passo que existem atualmente 102 crianças ou adolescentes aptos para a adoção no estado. Apesar do número de pretendentes ser cinco vezes maior, crianças e jovens continuam esperando por uma nova família.

Continue lendo



Levantamento aponta casos de indícios de irregularidades em doações e gastos de campanha

A primeira rodada da identificação de indícios de irregularidades do financiamento das Eleições 2018 apontou 12.172 casos de inconsistência em doações e gastos de campanha. O levantamento foi realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) com base na movimentação declarada à Justiça Eleitoral.

A amostragem englobou os dados disponíveis até o dia 29 de setembro e totalizou o valor de R$ 42.338.450,40. Entre os casos identificados encontram-se, por exemplo, doadores inscritos no programa Bolsa Família, desempregados, parentes de candidatos e até mesmo mortos.

Continue lendo



Operação Cabresto apreende material de campanha de candidatos em Ceará-Mirim

A operação Cabresto, deflagrada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) na manhã desta sexta-feira (28), cumpriu mandados de busca na Fatex Cursos e nas casas de seu sócio Erasmo Juvêncio da Silva e sua esposa Gabriella Dantas da Silva, em Ceará-Mirim. Nesta tarde, a Justiça Eleitoral levantou o sigilo do processo.

A ação se baseou na denúncia feita por eleitores que foram procurados pela diretora financeira da instituição, Gabriella Dantas, que teria proposto a quitação de uma dívida em troca do compromisso de conseguir cinco votos em favor do candidato a deputado estadual Abidene. O eleitor fez a gravação da conversa e entregou ao MPE.

Continue lendo



Em busca de novos associados, Abrigo Pedro Gurgel de Caicó lança campanha

Campanha é realizada pelo Abrigo Pedro Gurgel

O Abrigo Professor Pedro Gurgel lança, nesta quarta-feira (19), a campanha institucional “Amigo dos Idosos, Parceiro do Abrigo”, com o objetivo de atrair novos associados contribuintes para a instituição de caridade.

Hoje, os recursos para custeios do Abrigo não são suficientes para atender sua demanda crescente. De acordo com Goretti Silva, presidente da Associação do Abrigo Dispensário Professor Pedro Gurgel.

Estamos fazendo esse apelo ao povo caicoense para ajudar o abrigo, tornando-se contribuinte mensal da instituição. Lá, cuidamos de pessoas que precisam receber atenção e bons cuidados, contamos com seu apoio solidário”, externou Goretti.

A instituição conta, hoje, com 29 idosos. Para se tornar sócio do Abrigo Professor Pedro Gurgel, basta ligar para o telefone  (84) 3417 2378 ou ir pessoalmente ao local. A contribuição pode ser feita mensalmente por depósito em conta, cartão de crédito ou recebimento domiciliar.



Ataque suspende temporariamente a campanha de Bolsonaro

Diante de seu quadro de saúde, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) vai ficar afastado da campanha eleitoral, sem previsão de voltar às ruas no curto prazo. Em um pronunciamento nas redes sociais, o presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno, convocou os seguidores a rezarem por Bolsonaro. “Hoje as eleições não importam. Você que está preocupado com a saúde do nosso capitão não se deixe esmorecer”, apelou.

Bolsonaro deverá ficar pelo menos uma semana hospitalizado, segundo os médicos da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, onde foi atendido logo após a agressão. O candidato levou uma facada na região abdominal, quando fazia campanha na cidade. O agressor, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso em flagrante.

Continue lendo



TSE abre debate sobre proibição de campanha em templos religiosos

A pouco mais de um mês das eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) abre o debate sobre a possível punição de candidatos que se utilizam de espaços religiosos para campanhas políticas.

A cassação dos mandatos do deputado federal Franklin Roberto Souza (PP-MG) e do deputado estadual Márcio José Oliveira (PR-MG), confirmada pelo TSE, levantou a discussão sobre abuso do poder religioso, que não está previsto na legislação, mas é suscitado na esteira do abuso do poder econômico.

Continue lendo



ADEPOL comemora novas adesões à campanha “Eu decido a Segurança do RN”

A todo momento importantes instituições anunciam apoio à campanha “EU DECIDO A SEGURANÇA DO RN”, lançada no início do mês pela Associação de Delegados da Polícia Civil do RN através do site https://www.eudecidoasegurancadorn.com.br

Nos últimos dias, declararam apoio à campanha a Ordem dos Advogados do Brasil – seccional RN, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Federação das Indústrias do RN (FIERN), Ministério Público Estadual(MPRN), Sindicato dos Trabalhadores da Educação e instituições religiosas como a Convenção Batista Norte Rio Grandense.

Continue lendo



Em Caicó, Vivaldo inicia campanha com caminhada na Rua do Macaco

Vivaldo começa campanha em Caicó

O pontapé da campanha do deputado Vivaldo Costa (PSD), que disputa uma vaga para renovar seu mandato como deputado estadual, em Caicó começou no Bairro Paraíba na Rua Itans conhecida como Rua do Macaco, no final da tarde desta segunda-feira (20). O local é o mesmo onde Vivaldo realizou seu primeiro comício no ano de 1972.

Vivaldo fez um discurso e relembrou seu propósito há 46 anos, quando discursou pela primeira vez. “Foi aqui que tudo começou e eu fiz uma promessa em praça pública que minha vida seria dedica ao meu povo, que iria honrar a confiança de cada homem e mulher de bem que depositasse seu voto em mim. Aqui volto, há mais de quatro décadas, de cabeça erguida, cumprindo minha palavra”.

Depois o Papa Jerimum seguiu caminhando, ao lado do médico Tadeu e outras lideranças, recebendo o carinho dos moradores do bairro Paraíba.



Campanha de rua começa no dia 16 de agosto

Campanha começa no dia 16

Encerrado o prazo para realização das convenções, os partidos políticos terão até as 19h, do dia 15 de agosto, para registrar, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a chapa completa – com candidatos a presidente e a vice, bem como as siglas que integram a coligação. Catorze nomes foram aprovados nas convenções partidárias para disputar a Presidência da República em outubro.

Somente após o prazo final para registro das candidaturas, os partidos poderão colocar a campanha oficialmente na rua. Segundo a Lei Eleitoral, a partir do dia 16 de agosto, os candidatos, os partidos políticos e as coligações poderão fazer comícios e usar equipamento de som fixo. Também podem fazer campanha em carros de som e usar alto-falantes ou amplificadores de som em suas sedes e comitês.

Estão autorizadas, até o dia 6 de outubro, véspera do primeiro turno, a distribuição de material gráfico, a realização de caminhadas, carreatas ou passeatas e o uso de carro de som pelas ruas, divulgando jingles ou mensagens dos candidatos. Até 5 de outubro, são permitidos anúncios pagos, na imprensa escrita, e a reprodução, na internet, limitados a dez por veículo, em datas diversas, para cada candidato, com tamanho máximo de um oitavo de página de jornal padrão e um quarto de página de revista ou tabloide.

*Agência Brasil



Redes sociais e aplicativos são trunfos dos candidatos na busca por votos na internet

Uso de aplicativos é trunfo na campanha de candidatos

As redes sociais são espaços muito disputados pelos pré-candidatos à presidência nas eleições deste ano, e a criatividade em se apresentar ao eleitor nos ambientes virtuais pode ser o diferencial para a conquista de votos.

Todos os pré-candidatos têm páginas e perfis oficiais nas redes, como Facebook, Twitter e Instagram. No entanto, a busca por eleitores pode ir além das “curtidas” nos perfis sociais.

O especialista em Internet e Segurança na Rede, da Universidade de Brasília, Marcello Barra, alerta que esses aplicativos, ao serem instalados no telefone, podem ter acesso às informações pessoais do usuário.

Ele recomenda que o usuário interessado em baixar essas ferramentas busque ler com atenção as normas de uso e observe se o partido do pré-candidato deixa claro de que forma vai usar os dados dos eleitores.

“É uma ferramenta legal, bacana, mas o candidato, ao oferecer, tem que explicitar, dizer, deixar muito evidente, e não em letras minúsculas, letras muito pequenas, aquelas informações que estão sendo retiradas do eleitor, do usuário e qual a finalidade. Tem que, realmente, ter o consentimento, a aprovação de usuário em relação aquele aplicativo”.

O Tribunal Superior Eleitoral regulou o uso das redes sociais nas eleições e impôs limites que todos os candidatos devem seguir. Na internet, as propagandas eleitorais só vão poder ser realizadas em sites oficiais dos candidatos, partidos e coligações.